Abrir menu principal



O Califado de Socoto[1][2] foi um dos mais poderosos impérios na África subsaariana antes da conquista e colonização europeia. Fundado durante as jiades fulas no início dos anos 1800, o califado perdurou até 1906, após uma campanha das forças britânicas que começou em 1900, com a declaração do Protetorado do Norte da Nigéria.[3]

Declínio e quedaEditar

O império começou a cair sob a pressão do colonialismo europeu que destruiu modelos comerciais tradicionais e armou estados vizinhos. Em 1903 tanto o Socoto como Cano foram saqueados e o império caiu, sendo dividido entre os franceses e os britânicos.

Colonização e califado modernoEditar

Os colonizadores conservaram o sistema de Emirado Fulani, atribuindo aos soberanos locais um nível de autonomia considerável. O Sultão de Socoto continua até os dias atuais o principal líder religioso dos muçulmanos da Nigéria, cargo ainda ocupado por descendentes de dan Fodio.

Referências

  1. Verbete do VOLP
  2. Ki-Zerbo 2010, p. 33.
  3. Isichei, A History of Nigeria (1983), p. 369–371.

BibliografiaEditar

  • Ki-Zerbo, Joseph (2010). História Geral da África – Vol. I – Metodologia e pré‐história da África. [S.l.]: UNESCO. ISBN 8576521237 
  • Johnston, Hugh A.S. Fulani Empire of Sokoto. London: Oxford University Press, 1967. ISBN 019-215428-1.
  • Stilwell, Sean. Paradoxes of Power: The Kano "Mamluks" and Male Royal Slavery in the Sokoto Caliphate, 1804-1903. Portsmouth: Heinemann, 2004. ISBN 0-325-07041-5.

Ligações externasEditar