Abrir menu principal
   |- style="font-size: 85%;"
       |Erro::  valor não especificado para "nome_comum"
   |- style="font-size: 85%;"
       | Erro::  valor não especificado para "continente"


Império de Quitara
Duração?
Capital Não especificada
Governo Monarquia

O Império de Quitara (Kitara) é um império africano frequentemente evocado na tradição oral da região dos Grandes Lagos Africanos. Sua existência às vezes é referida como lendária, às vezes como histórica.

HistóriaEditar

A tradição oral referente ao império de Quitara foi recolhida por exploradores europeus que procuravam a nascente do rio Nilo na região dos Grandes Lagos Africanos na primeira metade do século XIX.[1] Essas tradições citavam os Bacwezi, uma dinastia que teria realizado muitas conquistas geográficas, técnicas e culturais. Os exploradores europeus atribuíram, aos Bacwezi, o domínio de um império chamado Quitara, o qual teria tido um papel semelhante ao que o Império Carolíngio teve na Europa.[2] Por longo tempo, o império de Quitara foi tido como uma realidade histórica. Mas, no final do século XX e início do XXI, alguns pesquisadores, como Jean-Pierre Chrétien, por exemplo, que publicou um artigo cético em 1985 sobre o tema,[3][4] começaram a questionar a veracidade histórica do império.

Referências

  1. CHRÉTIEN, J. L'empire des Bacwezi. La construction d'un imaginaire géopolitique, Annales, Économies, Sociétés, Civilisations, volume 40, n°6, 1985, p. 1 341-1 342.
  2. PRUNIER, G. L'Ouganda contemporain. Paris. Karthala. 1994. pp. 27-29.
  3. CHRÉTIEN, J. L'empire des Bacwezi. La construction d'un imaginaire géopolitique, Annales, Économies, Sociétés, Civilisations, volume 40, n°6, 1985.
  4. VIDAL, C. Rêve et réalité en ethnohistoire: note sceptique sur J. Freedman et L. de Heusch. Cahiers d'études africaines, volume 25, n°100, 1985, pp. 573-585.
  Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.