Abrir menu principal

Wikipédia β

Imperador Go-Saga

O Imperador Go-Saga (後嵯峨天皇 , 12201272?) foi o 88º imperador do Japão, na lista tradicional de sucessão [1].

Imperador Go-Saga
Imperador Go-Saga
Imperador de Flag of Japan.svg Japão
Período 1242 até 1246
Antecessor(a) Imperador Shijo
Sucessor(a) Imperador Go-Fukakusa
Dados pessoais
Nascimento 1 de abril de 1220
Morte 17 de março de 1272 (51 anos)
linkWP:PPO#Japão

Índice

VidaEditar

Antes de sua ascensão ao Trono do Crisântemo seu nome pessoal era Kunihito [2], sua mãe foi Tsuchiokado Tsūkoe (Minamoto no Mitsuko), e foi primo em terceiro grau de seu antecessor, o Imperador Shijo.

Em 1221 , Tsuchimikado foi exilado para a província de Tosa , mas o Príncipe Imperial Kunihito foi adotado pela família de sua mãe.

Com a morte súbita do Imperador Shijo em 1242 aos dez anos de idade e sem deixar herdeiros, ocorreu uma divergência entre a Corte Imperial em Quioto e o Shogunato em Kamakura sobre quem deveria ser seu sucessor. A Corte, liderada por Saionji Kintsune e Kujō Michiie , apoiava o Príncipe Imperial Tadanari, filho do Imperador Juntoku . Mas, por causa do envolvimento de Juntoku na Guerra Jōkyū, tiveram que buscar o consentimento do Shogunato. No entanto o shikken Hōjō Yasutoki negou apoio ao filho de Juntoku que ainda era vivo e permanecia no exílio [3].

Quando o Bakufu declarou sua intenção de não permitir que a sucessão fosse entregue a Tadanari, Kintsune rapidamente passou a apoiar Kunito. Já Michiie continuou a apoiar Tadanari, isso gerou uma quebra nos laços que uniam Kintsune e Michiie que foi agravado com a entrega da regência para um dos filhos de Michiie, Nijō Yoshizane (Kintsune era avô de Yoshizane e tinha uma maior aproximação dele do que Michiie, que era distante de seu filho). Kintsune em troca do apoio conseguiu que sua neta se tornasse consorte de Go-Saga. Acabando com a exclusividade da consorte vir dos Kujō. Além disso, as ações de Kintsune ajudaram a dividir os filhos de Michiie nas casas Ichijo, Nijō e Kujō. E quando, em algumas gerações, os Takatsukasa se separam dos Konoe, a divisão do Sekke ficou completa [3].

O Príncipe Kunihito, aos vinte e um, assumiu o trono em 21 de fevereiro de 1242 com o nome de Imperador Go-Saga. No entanto, a 16 de fevereiro de 1246 , aos vinte e cinco anos de idade abdica em favor de seu filho, o Imperador Go-Fukakusa , e torna-se imperador em clausura. Em 1259 pressionou seu filho a abdicar em favor de seu outro filho, o Imperador Kameyama. A partir dai estas duas linhagens se revesaram no poder, a linhagem Jimyōin-To (formada por descendentes de Go-Fukakusa) e a Daikakuji-To (dos descendentes de Kameyama) [4].

Go-Saga governou como imperador em clausura por quase trinta anos. Durante este período, o Bakufu foi dominado pelos Shikkens Tokiory e Tokimune, e as relações entre a Corte e o Bakufu permaneceram relativamente pacíficas. Por exemplo, na formulação de políticas, havia uma cooperação substancial entre as duas capitais. Desde o início, em 1246, Go-Saga cumprira a exigência do Bakufu de fazer uma reestruturação administrativa geral que incluía a expulsão do influente Michiie. E a adoção do Hyōjōshū, um órgão de controle de alto escalão. A nomeação do próprio filho de Go-Saga , príncipe Munetaka, como Shogun em 1252 refletiu essa ausência de tensão, a partir deste momento, o Shogun Kamakura sairia da Casa Imperial. Assim como, o clã Hōjō manteria seu poder por trás dos bastidores do Shogunato [5].

Go-Saga morre aos 51 anos de idade em 1272 . Ele é tradicionalmente venerado em um memorial no santuário xintoísta em Quioto. A Agência da Casa Imperial designa este local como Mausoléu de Kunihito. E é oficialmente chamado Saa no minami no Misasagi [1]

Daijō-kanEditar

 Ver artigo principal: Daijō-kan




Precedido por
Shijo
  -- 88º Imperador do Japão
Sucedido por
Go-Fukakusa




Referências

  1. a b Agência da Casa Imperial: Go-Saga-tennō (88) (em japonês)
  2. Isaac Titsingh, Annales des empereurs du japon, (em francês) Paris: Royal Asiatic Society, Oriental Translation Fund of Great Britain and Ireland pp. 245 - 247 OCLC 5850691.
  3. a b Jeffrey P. Mass , Court and Bakufu in Japan: Essays in Kamakura History (em inglês) Stanford University Press, 1995 pp. 17 - 19 ISBN 9780804724739
  4. Louis-Frédéric Nussbaum "O Japão: Dicionário e Civilização" (em português) Rio de Janeiro: Globo Livros, 2008. p. 346. ISBN 9788525046161
  5. Kozo Yamamura The Cambridge History of Japan, Volume 3 (em inglês) Cambridge University Press, 1988 p. 161 ISBN 9780521223546

Ver tambémEditar