Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2010). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Imperial College London
Fundação 1907
Tipo de instituição Universidade Pública, instituição de ensino superior
Localização Kensington e Chelsea
Reino Unido
51° 29' 54" N 0° 10' 37" O
Funcionários 7 705
Total de estudantes 14 735
http://www.ic.ac.uk/ Website oficial

O Imperial College of Science, Technology and Medicine (em português: Colégio Imperial de Ciência, Tecnologia e Medicina), ou simplesmente Imperial College London (em português: Colégio Imperial de Londres), é uma instituição britânica com o campus principal em Londres (Reino Unido), com um foco em ciência, engenharia e medicina, integrado a Tanaka Business School e um departamento de humanidades.

Em 2008, na avaliação da revista Times Higher Education, o Imperial ficou classificado como a 6.° melhor universidade no mundo, ficando em 4.° para as àreas de engenharia, tecnologia e biomedicina.

A Imperial College London é integrante do grupo Golden Triangle de universidades britânicas de elite, em conjunto com a Universidade de Oxford, Universidade de Cambridge, University College London, e London School of Economics.[1] E também membro do Grupo Russell de Universidades, AMBA, e IDEA League.

HistóricoEditar

Fundado em 1907, através da fusão dos City and Guilds College, do Royal School of Mines e Royal College of Science recebeu o Royal Charter pelo rei Eduardo VII em julho de 1907 e foi integrado na Universidade de Londres.

Com o decorrer dos anos várias instituições fundiram-se com o Imperial College School of Medicine, nomeadamente o Hospital Santa Maria (do inglês: St Mary's Hospital) Hospital Escola Médica (do inglês: Hospital Medical school - 1988), o National Heart and Lung institute (1995), o Charing Cross e a Westminster Medical School (1997), o Royal Postgraduate Medical School foi inserido também em 1997 bem como o Institute of Obstetrics and Gynaecology.

Em 2000 o Wye College, foi adquirido, por motivos financeiros. Em dezembro de 2005 foi anunciado um parque de ciências nesse campus mas queixas de ambientalistas acabaram com essa tentativa.

Em julho de 2007, pelo centésimo aniversário da instituição, o Imperial College separou-se oficialmente da University of London, sendo que já atribuia DICs (Diploma of Imperial College) desde 2003. E recentemente integrou a Tanaka Business School.

AdmissõesEditar

É considerada uma das universidades mais seletivas do Reino Unido teve de 1999 a 2006 (data em que passou a disponibilizar registos online) uma taxa geral de aceitação de candidatos inferior a 20%. Em 2006 a selectividade para a programas de bacharelato foi de 17.5% e para a pós graduação foi 18.87.

Ver tambémEditar

Referências

  1. (em inglês) Nature (6 de julho de 2005). «Golden opportunities». Consultado em 3 de setembro de 2013 
  Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.