Inácio Xavier de Carvalho

poeta brasileiro

Inácio Xavier de Carvalho, mais conhecido como Xavier de Carvalho (São Luís, 26 de agosto de 1871Rio de Janeiro, 17 de maio de 1944), foi um magistrado, professor, jornalista e poeta maranhense. Foi membro da Academia Maranhense de Letras, onde foi o primeiro a ocupar a cadeira número 9, cujo patrono é Gonçalves Dias. Em decorrência do aumento do número de cadeiras na Academia, foi escolhido patrono da cadeira de número 37, inicialmente ocupada pelo poeta Ribamar Pereira. [1]

Xavier de Carvalho
Nascimento 26 de agosto de 1871
São Luís, (MA)
Morte 17 de maio de 1944 (72 anos)
Rio de Janeiro, (RJ)
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Poeta, juiz, professor e jornalista

Foi bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito do Recife, tendo graduado em 1893. Também foi professor do Liceu Maranhense. [2].Integrou, em companhia com Antonio Lobo e Fran Paxeco, entre outros, a Oficina dos Novos, movimento de renovação literária de 1901.

ObrasEditar

  • Frutos Selvagens (1894)
  • Missas Negras (1902)
  • Parábolas para bolas (1919)

Referências

  1. «Inácio Xavier de Carvalho». Antonio Miranda. Consultado em 24 de setembro de 2018 
  2. «Inácio Xavier de Carvalho - Biografia». AML. Consultado em 24 de setembro de 2018 

Ligações externasEditar

Precedido por
fundador
  AML - fundador da cadeira nº 9
1908—1944
Sucedido por
Catulo da Paixão Cearense