Inês Sabino

escritora brasileira

Inês Sabino Pinho Maia (Salvador, 31 de dezembro de 1853 - Rio de Janeiro, 1911) foi uma escritora brasileira. É uma das poucas escritoras brasileiras do século XIX.[1][2]

Inês Sabino Pinho Maia
Nascimento 31 de dezembro de 1853
Salvador, Bahia
Morte 1911 (58 anos)
Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileira
Ocupação escritora
Principais trabalhos Mulheres Ilustres do Brasil (1899)
Género literário Poesia

BiografiaEditar

Inês Sabino nasceu em 31 de dezembro de 1853 em Salvador, Bahia, filha de Gertrudes Pereira Alves Maciel e do médico Sabino Olegário Ludgero Pinto. Ainda criança mudou-se com a família para Pernambuco e depois, por vontade do pai, foi estudar na Inglaterra. Com o falecimento do pai, retornou ao Pernambuco onde começou a ser discípula do filósofo Tobias Barreto. Fez parte da sociedade abolicionista Aves Libertas, que tinha somente mulheres como membros, fundada por Leonor Porto.[3]

Casou-se com o português Francisco de Oliveira Maia, comerciante no Recife, e desse casamento teve uma filha. Mudou-se para São Paulo e depois para o Rio de Janeiro.

Inês demonstrava preocupação com a falta de visibilidade e a condição das mulheres na sociedade brasileira e nesse período lançou seu livro mais famoso, Mulheres Ilustres do Brasil (1899), um pequeno dicionário biográfico publicado pela Editora Garnier. Faleceu em 1911.

ObrasEditar

  • Aves Libertas (1886)
  • Impressões (1887)
  • Contos e Lapidações (1891)
  • Noites Brasileiras (1897)
  • Almanach Luso Brasileiro (1897)
  • Mulheres Ilustres do Brasil (1899)

Publicou também Rosas Pálidas (poesias, s/d), Lutas do Coração (s/d) e Almas de Artista (s/d).

Referências

  1. Sinéia Maia Teles Silveira (2014). «Múltiplas Faces Femininas a Tessitura literária de Inês Sabino». PUC. Consultado em 15 de março de 2018 
  2. Série Histórias Não Contadas - "As Mensageiras" - Primeiras Escritoras do Brasil Câmara dos Deputados - acessado em 6 de março de 2021
  3. Schumaher, Maria Aparecida (2000). Dicionário mulheres do Brasil: De 1500 até a atualidade - Biográfico e ilustrado 3ª ed. Rio de Janeiro: Zahar