Abrir menu principal

Incêndio da discoteca Colectiv

O incêndio da discoteca Colectiv foi uma catástrofe ocorrida na discoteca Colectiv em Bucareste, capital da Roménia, em 30 de outubro de 2015, pelas 22h32m[1]. Tal evento causou a morte de 64[2] pessoas e ferimentos em cerca de 200.[3] Os protestos populares nos dias seguintes à tragédia levaram à demissão do primeiro-ministro romeno Victor Ponta no dia 4 de novembro de 2015.[4][1]

O clube Colectiv situava-se na rua Tăbăcarilor, em Bucareste.

CausaEditar

Os testemunhos referem que durante a exibição do grupo Goodbye to Gravity, um espetáculo pirotécnico no interior do espaço, começou o incêndio.[5]

ReaçõesEditar

ProtestosEditar

 
Flores e velas em homenagem ás vítimas.

Em 3 de novembro, uma manifestação de cerca de 20.000 pessoas ocorreu nas ruas da capital romena, pedindo a demissão do ministro do Interior Gabriel Oprea e do primeiro-ministro.[6][1]

Reações na políticaEditar

O presidente romeno Klaus Iohannis afirmou que se tratou do mais grave incidente ocorrido no país.[7] Em 4 de novembro de 2015, o primeiro-ministro Victor Ponta anunciou a sua demissão na sequência do acontecimento, e das manifestações que ocorreram nos dias seguintes à tragédia. O ex-primeiro-ministro afirmou assumir a responsabilidade política e esperar que a sua demissão possa trazer tranquilidade.[4][1]

Referências