Abrir menu principal
Industrial Novo Reno
  Bairro do Brasil  
Avenida Tancredo Neves cortando o Industrial Novo Reno
Avenida Tancredo Neves cortando o Industrial Novo Reno
Unidade federativa  Minas Gerais
Zona Setor 2
Distrito Sede
Município Coronel Fabriciano
Criado em 1975
Área
- Total 0,2 km²
População (2010)
 - Total 44
    • Densidade 280,59 hab./km²
Domicílios 16
Limites Caladinho, Barbosa, Pedreira e Universitário.
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)[1]/

Industrial Novo Reno é um bairro do município brasileiro de Coronel Fabriciano, no interior do estado de Minas Gerais. Localiza-se no distrito-sede, estando situado no Setor 2.[2] De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sua população no ano de 2010 era de 44 habitantes, sendo 20 homens e 24 mulheres, possuindo um total de 16 domicílios particulares distribuídos em uma área de 0,2 km².[1]

O bairro foi criado em 1975, após a área ser loteada pela Empreendimentos Novo Reno Ltda., de propriedade de Fábio Xavier, Aníbal Teixeira e Acelino Bessa. O nome da empresa, bem como do bairro, deve-se a uma observação de Aníbal a uma comparação feita por Teófilo Ottoni, que ressaltou que tanto o rio Reno, na Alemanha, quanto o rio Doce, no leste mineiro, contribuíram para o desenvolvimento industrial de suas respectivas regiões. Dessa forma, a empresa e o empreendimento seriam um "novo Reno" para Fabriciano.[3]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (16 de novembro de 2011). «Sinopse dos dados - Setor: 311940105000081 - Parque Industrial Novo Reno». Consultado em 9 de junho de 2014. Cópia arquivada em 23 de março de 2014 
  2. Assessoria de Comunicação (3 de julho de 2009). «População/Setores». Prefeitura. Consultado em 27 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 9 de junho de 2014 
  3. Leonardo Gomes (janeiro de 2012). «Grande Guia dos Bairros de Coronel Fabriciano». Revista Nosso Vale (nº 15): pag. 5. Consultado em 9 de junho de 2014 

Ligações externasEditar