Indy Regency Racing

Estados Unidos Indy Regency Racing
Informações gerais
Nome completo Indy Regency Racing
Chefe de equipe Estados Unidos Sal Incandela
Pilotos CART:
França Franck Fréon
França Olivier Grouillard
Países Baixos Arie Luyendyk
IRL:
Estados Unidos Cory Witherill
Estados Unidos Johnny Unser
Japão Hideki Noda
Motor Chevrolet, Oldsmobile Aurora, Ilmor
Chassis G-Force, Lola
CART/IRL
Estreia CART:
Estados Unidos 500 Milhas de Indianápolis, 1993 (não-classificado)
IRL:
Estados Unidos 500 Milhas de Indianápolis, 2000
Corridas concluídas CART: 28 (27 largadas)
IRL: 6
Campeã de pilotos 0 (CART: 17º com Arie Luyendyk, em 1994
IRL: 40º com Cory Witherill, em 2001)
Vitórias 0
Pole Positions 0
Volta mais rápida 0
Última corrida CART:
Estados Unidos GP de Laguna Seca, 1994
IRL: Estados Unidos GP do Texas-2, 2002
Outras categorias
Indy Lights

Indy Regency Racing foi uma equipe norte-americana de automobilismo fundada por Sal Incandela.

HistóriaEditar

Sua estreia no automobilismo foi na Indy Lights, em 1991, tendo David Kudrave como piloto. Disputou a categoria até 1992, novamente com Kudrave[1] pilotando o único carro da equipe.

Mudança para a CARTEditar

Em 1993, migrou para a CART e se inscreveu para as 500 Milhas de Indianápolis daquele ano, com o francês Olivier Grouillard, ex-piloto de Fórmula 1. Pilotando um Lola-Chevrolet de 1992, Grouillard não conseguiu vaga no grid após um erro de seu engenheiro, que validou um tempo muito ruim por engano. Ele ainda disputaria o restante do campeonato, obtendo seu melhor resultado em Cleveland, com um 11º lugar. Para 1994, contratou o veterano holandês Arie Luyendyk, que participou em 15 provas e conquistou um pódio em Michigan, na segunda posição. Na etapa de Laguna Seca, o Lola-Ford foi pilotado por outro francês, Franck Fréon, que chegou em 18º. Após 2 anos na CART, a Indy Regency Racing decidiu não se inscrever para a temporada de 1995 e voltou para a Indy Lights.

IRLEditar

Após 5 anos na Lights, a IRR voltaria a competir na então Indy Racing League em 2000, participando apenas das 500 Milhas de Indianápolis com Johnny Unser (primo de Al Unser, Jr.), que largou em trigésimo e terminou a prova em 22º lugar, a 14 voltas do vencedor, o colombiano Juan Pablo Montoya.

Disputou ainda 2 provas em 2001 com Cory Witherill e as últimas 3 etapas da temporada de 2002, com o japonês Hideki Noda[2].

PilotosEditar

Indy LightsEditar

CARTEditar

IRLEditar

Referências

  1. Indy Regency Racing profile, Indy Lights (cached November 23, 2001)
  2. Kelly, Paul & Mittman, Dick. McGehee Making Comeback In Hometown; MK To Produce Falcon Chassis[ligação inativa], IndyCar.com, 15 de agosto de 2002
  Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.