Abrir menu principal
Ingrid Kelly
Nome completo Ingrid Kelly Ribeiro Feitosa[1]
Data de nascimento 17 de abril de 1985 (34 anos)
Local de nascimento Campina Grande, Paraíba
Nacionalidade Brasil brasileira
Altura 1,80 m[1][2][3]
Cor do cabelo Castanhos
Cor dos olhos Verdea[3]
Peso 55 kg
Manequim 38
Agência Lumière São Paulo, Elite Nova York, Elite Paris, Munich Models e Wired
Principais trabalhos Desfile para a grife Chanel e editoriais para as revistas i-D, Vanity Fair, Harper's Bazaar, Teen Vogue, Vogue Itália e Glamour Espanha.

Ingrid Kelly (Campina Grande, 17 de abril de 1985) é uma modelo brasileira que aos 16 anos, em 2002, venceu o Dakota Elite Model, derrotando 60 mil candidatas de 350 cidades brasileiras.[2][3]

CarreiraEditar

Em 2001, o 1,80 metro de altura e corpo esguio levaram Ingrid Kelly às passarelas do primeiro Paraíba Fashion Week. Em 2002, seu biótipo andrógino e exótico (uma mescla entre portugueses e índios cariris paraibanos)[2] ajudaram-na a vencer o Dakota Elite Model em primeiro lugar.[2] Na final mundial, em Túnis, disputada por mais de cem classificadas de quarenta e sete países, a paraibana ficou na quarta posição. Com a vitória, veio o contrato com a Elite Model Brasil e a mudança para São Paulo.

Em 2002, após a vitória, a modelo declarou em entrevista ao jornal Estadão:

Nunca imaginei chegar até aqui. Durante o desfile eu estava calma, mas quando anunciaram meu nome perdi o fôlego, fiquei nervosa. (...) Se eu chegar onde Gisele [Bündchen] chegou tá bom.[3]

Na matéria «Temporada de caça», de 23 de agosto de 2002, a revista Veja publicou:

Contrariando quem diz que o visual não convencional está ultrapassado no cambiante mundo das passarelas, a paraibana Ingrid Kelly Feitosa, 16 anos, morena de olhos verdes bem puxados no rosto de traços indígenas, magérrima, ar andrógino, venceu na semana passada a etapa brasileira do concorridíssimo concurso de modelo da agência Elite (60 mil inscrições neste ano, quarenta por cento a mais que em 2001). (...) Mede 1,80 metro, pesa 53 quilos e come 'de tudo'. (...) Pelo sim, pelo não, na final mundial, na Tunísia, Ingrid estará acompanhada da segunda colocada, a mineira Giovana Cornacchia, 14 anos, loira, olhos azuis e um arzinho, assim, meio Gisele [Bündchen].[2]

Ao longo da carreira, morou em Nova York, Tóquio, Paris e Londres e passou por passarelas em Milão, Nova York, Paris e pela São Paulo Fashion Week. Fez editoriais de moda para revistas célebres, como i-D, Vanity Fair, Harper's Bazaar e Teen Vogue. Posou ainda para a Vogue Itália e Glamour Espanha.

Um dos trabalhos mais marcantes de sua carreira foi a turnê da grife Chanel no Japão.

Referências

  1. a b Da redação (23 de agosto de 2002). «"Para o mundo, Ingrid"». Istoé Independente. Consultado em 23 de abril de 2013 
  2. a b c d e Bel Moherdaui (28 de agosto de 2002). «Temporada de caça: vitória do exótico». Revista Veja. Consultado em 25 de março de 2014 
  3. a b c d Da redação (21 de Agosto de 2002). «Elite escolhe as belas da safra 2002». Jornal Estadão. Consultado em 25 de março de 2014 

Ligações externasEditar