Injeção direta

A injeção direta de gasolina é uma forma de injeção de combustível empregada em motores dois tempos e motores quatro tempos modernos. Nesse sistema, a gasolina é altamente pressurizada e injetada por meio de uma linha de combustível de trilho comum diretamente na câmara de combustão de cada cilindro, ao contrário da injeção de combustível multiponto convencional que injeta combustível no coletor de admissão. A injeção direta de combustível na câmara de combustão requer injeção de alta pressão, ao contrário do sistema de injeção convencional, que utiliza o combustível em baixa pressão.

Protótipo de motor de injeção direta de gasolina

Em algumas aplicações, a injeção direta de gasolina permite uma combustão de combustível estratificada (mistura pobre) para reduzir os níveis de emissão e consumo.

Câmara de combustão de um motor Ford EcoBoost

O sistema tem visto uma rápida adoção pela indústria automotiva nos últimos anos, de 2,3% da produção para os veículos do ano de 2008 para mais de 45% da produção para o ano de 2015.[1]

Referências

  Este artigo sobre engenharia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.