Innocent Eyes

Innocent Eyes é o primeiro álbum da cantora Australiana Delta Goodrem, lançado na Austrália em 21 de março de 2003 pela Epic Records e Mercury Records, e lançamento mundial pelo Universal Music Group. O álbum é uma coleção de baladas pop ao som do piano. Goodrem co-escreveu a maioria das letras, exceto "Throw It Away", "Lost Without You" e "Butterfly". Possui duas canções de sua inteira autoria, "In My Own Time" e "Will You Fall for Me". Innocent Eyes debutou como número um no Australian Albums Chart o que seria seu primeiro álbum em primeiro nas paradas [1] e vendeu 4.5 milhões de cópias ao redor do mundo (1.2 milhões só na Austrália[2]). Do álbum saíram cinco singles que ficaram no topo das paradas Australianas "Born To Try", "Lost Without You", "Innocent Eyes", "Not Me, Not I" e "Predictable", dando a ela o recorde por ter 5 singles em primeiro nas paradas em seu primeiro álbum.[3]

Innocent Eyes
Álbum de estúdio de Delta Goodrem
Lançamento 21 de Março de 2003 (Austrália)
30 de Junho de 2003 (Reino Unido)
Gravação 2001-2003
Gênero(s) Pop, Pop Rock, Soft Rock
Duração 56:06
Gravadora(s) Epic Records Australia, Mercury Records ,Universal Music Group Australia
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Delta Goodrem
Mistaken Identity
(2004)
Singles de Innocent Eyes
  1. "Born To Try"
    Lançamento: 8 de Novembro de 2002
  2. "Lost Without You"
    Lançamento: 28 de Fevereiro de 2003
  3. "Innocent Eyes"
    Lançamento: 6 de Junho de 2003
  4. "Not Me, Not I"
    Lançamento: 12 de Setembro de 2003
  5. "Predictable"
    Lançamento: 28 de Novembro de 2003

Innocent Eyes foi o álbum australiano que mais obteve sucesso em 17 anos. Ele foi o álbum mais vendido na década, da Austrália[4] e é o sexto álbum mais vendido na história da Austrália.

Pré ProduçãoEditar

Goodrem trabalhou com vários compositores e produtores como: Gary Barlow, Eliot Kennedy, Ric Wake (Celine Dion, Jennifer Lopez, Mariah Carey), Matthew Gerrard, Vince Pizzinga, David Nicholas (Elton John), The Rembrandts e Mark Holden. O álbum usa vocais "limpos" ao contrário da maioria das cantoras pop que usam sintetizadores em seus vocais. Goodrem disse "Eu quero um álbum que reflita esse momento que estou vivendo", "Cada música me leva a um lugar onde eu posso me lembrar do que aconteceu".[3] E disse também "O álbum é como um diário que eu vim guardando por dois anos", "Cada música tem um significado único e particular para mim. Eu venho esperando há muito tempo por esse dia e espero que todos apreciem a música tanto quanto eu apreciei fazê-las".[3]

Em 2004, Delta foi acusada de dever várias quantias de dinheiro ao compositor Mark Holden. Holden queria rever as condições do seu contrato com Goodrem e sua gravadora Sony Music Entertainment e solicitou os honorários de consultoria em dívida ao acordo.[5] Ela também foi processada pelos produtores Trevor Carter e Paul Higgins. Eles processaram Goodrem e sua família sobre royalties que não foram pagos e pelos direitos de um álbum de Delta que iria ser lançado em 2000.[5]

Desempenho nas ParadasEditar