Abrir menu principal

Instituto Max Planck de História do Direito Europeu

O Instituto Max Planck de História do Direito Europeu (em alemão: Max-Planck-Institut für europäische Rechtsgeschichte - abreviado MPIeR) situado em Frankfurt am Main é um dos atuais 83 institutos da Sociedade Max Planck (MPG). Desde a sua criação em 1964, o Instituto recebe pesquisadores e pesquisadoras de todos os lugares do mundo para desenvolver trabalhos que exploram a história do direito em suas diversas perspectivas. O Instituto é chamado por António Manuel Hespanha de “um dos templos da historiografia jurídica alemã”[1]. De acordo com Ignacio Gutiérrez Gutiérrez, o Instituto elevou Frankfurt am Main ao status de capital europeia da história do direito.[2]

HistóriaEditar

O diretor fundador do Instituto foi Helmut Coing (1964-1979). Posteriormente, passaram pela diretoria Dieter Simon (1980-2001), Walter Wilhelm (1980-1987), Michael Stolleis (1991-2006) e Marie Theres Fögen (2001-2008). Após sua aposentadoria, em 2006, Michael Stolleis assumiu como diretor interino do Instituto em setembro de 2007, em função do falecimento de Marie Theres Fögen, e assim permaneceu até o final de 2009. Em 2010, Thomas Duve assumiu como Diretor e responsável científico pela instituição. Em dezembro de 2014, Stefan Vogenauer também se tornou diretor, e em 2016 assumiu a gestão científica da instituição. Atualmente, os membros científicos do MPIeR são Thomas Duve, Dieter Simon, Michael Stolleis e Stefan Vogenauer. O membro científico externo do Instituto é Knut Wolfgang Nörr.

PublicaçõesEditar

  • O instituto publica uma revista semestral chamada Rechtsgeschichte com três seções: artigos acadêmicos originais, debates e resenhas. As contribuições são escritas principalmente em alemão, mas também em inglês, italiano, português e outras línguas europeias. O conteúdo completo é disponibilizado on-line após 3 anos da publicação.
  • O instituto publica aproximadamente 10 a 15 monografias e antologias por ano em sua série própria de livros sobre história do Direito (Studien zur europäischen Rechtsgeschichte).
  • A biblioteca do Instituto facilita o acesso aberto a textos completos escaneados de peças de sua coleção de literatura jurídica. Entre outros, uma coleção de revistas jurídicas dos séculos XVIII e XIX.

Referências

  1. HESPANHA, António Manuel. A Cultura Jurídica Europeia. Síntese de em Milénio. Coimbra: Almedina, 2012, p. 52.
  2. GUTIÉRREZ, Ignacio Gutiérrez. Presentación. In: STOLLEIS, Michael. La Historia del Derecho como obra de arte. Edición y traducción Ignacio Gutiérrez Gutiérrez. Granada: Comares, 2009, p. IX.

Ligações externasEditar