Abrir menu principal
Instituto dos Pupilos do Exército
Tipo escola, organização
Inauguração 1911 (108 anos)
Website oficial
Geografia
Coordenadas 38° 44' 50" N 9° 10' 48" O
Localização Lisboa
País Portugal

O Instituto dos Pupilos do Exército (IPE) MHCMHAMOSDMHSEMHIHMHIP é um estabelecimento militar de ensino não superior[1], público localizado em São Domingos de Benfica, em Lisboa.

Aqui é ministrado o Ensino Básico (2.º e 3.º ciclos) e o Ensino Secundário (cursos profissionais, ensino não regular), a par de actividades militares, físicas e culturais. Funciona em regime de:

  • Internato
  • Externato.

Embora integrado na tutela do Exército Português / Ministério da Defesa Nacional à Direcção de Educação do Exército (DE) incumbe dirigir, coordenar e supervisionar as atividades dos estabelecimentos militares de ensino não superior (EME), bem como dos órgãos ou serviços no âmbito do sistema de ensino não superior ministrado nos EME. Os seus Cursos são, para todos os efeitos, considerados equivalentes aos Cursos correspondentes do ensino oficial do Ministério da Educação, no respeito pelos princípios do Sistema Educativo Português.

O IPE é, a par do Colégio Militar, uma das duas escolas dependentes do Exército, e é frequentado por alunas e alunos filhos de Militares dos QP, membros das Forças de Segurança (PSP, GNR, SEF e PJ), bem como de civis.

Os alunos e as alunas do IPE são conhecidos/as por "Pilões" e usam um uniforme cerimonial de cor azul, com um vistoso penacho branco na barretina. O Lema do IPE é "Querer é Poder" e tem como patrono D. João de Castro. Os símbolos do IPE são o Brasão de Armas e a "Barretina".

Piloes.gif

História e tradiçõesEditar

Os antecedentes do IMPE remontam a 1911, quando, por Decreto-Lei de 25 de Maio e por inspiração do General António Xavier Correia Barreto, ao tempo Ministro da Guerra, foi criado o Instituto Profissional dos Pupilos do Exército de Terra e Mar. Desde 1911 até hoje, os planos de estudos sofreram sucessivas reformas, ditadas pela necessidade de acompanhar, internamente, a evolução geral do ensino em Portugal. Tais reformas, porém, sempre tiveram presentes quatro aspectos característicos deste Instituto, dignos de relevo:

  1. A coexistência de vários cursos e de diferentes níveis de ensino;
  2. A equiparação, para todos os efeitos, dos cursos ministrados aos correspondentes cursos dos estabelecimentos civis de ensino;
  3. A instrução militar, ministrada em função da idade e/ou preparação académica;
  4. O papel importante da educação física no desenvolvimento global dos alunos.

O EnsinoEditar

O IPE lecciona cursos dos 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico. Existem ainda Cursos de Ensino Profissional de Nível 5 em Técnico de Gestão; Técnico de Manutenção Industrial; e Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos.

InstalaçõesEditar

A Primeira Secção do IPE está situada na Travessa de São Domingos de Benfica, em espaços que fizeram parte do Convento de São Domingos e onde, outrora, se ergueu o Paço Real de Benfica. Das suas instalações salienta-se, entre outras:

  • Pavilhões com salas de aula, de estudo e laboratórios,
  • polidesportivo coberto,
  • cozinha e refeitórios,
  • bloco sanitário,
  • alojamentos e salas de estudo com rede wireless e Internet,
  • salas de convívio de alunos e de professores,
  • instalações do Corpo de Alunos,
  • campos desportivos polivalentes,
  • piscina,
  • tanque de remo,
  • Museu e Sala do Patrono (D. João de Castro),
  • Claustro conventual e a Capela dos Castros,
  • Claustro Interior (Pátio das Cantigas).

A Segunda Secção situa-se num troço da Estrada de Benfica, outrora Quinta da Alfarrobeira. Estão aqui instalados a Direcção do Instituto, Serviço Escolar e outros serviços, pavilhões de aulas, biblioteca, anfiteatro, laboratórios, oficinas e um Pólo Desportivo, composto por Pavilhão Gimnodesportivo, campos de jogos e um extenso parque de recreio.

DistinçõesEditar

Ao longo dos seus anos de vida, o Instituto Militar dos Pupilos do Exército[2] desenvolveu uma acção valiosa, educando e ensinando milhares de cidadãos que, na vida prática, têm granjeado prestígio e credibilidade à instituição que os formou, acção essa que já mereceu ser distinguida com várias distinções:

HomenagemEditar

Na comemoração dos 100 anos do Pupilos do Exército, a Câmara Municipal de Lisboa prestou homenagem à Instituição ao atribuir o seu nome a uma rotunda na freguesia de São Domingos de Benfica. [3]

Referências

  1. Decreto-Lei n.º 125/2015, de 7 de Julho
  2. a b c d e f «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Instituto dos Pupilos do Exército". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 9 de maio de 2014 
  3. Comissão Municipal de Toponímia, Toponimia lx Pupilos do Exército, 2011.

Ligações externasEditar