International Anti-Poaching Foundation

organização ambiental

A International Anti-Poaching Foundation ( IAPF - Fundação Internacional Anti-caça furtiva ) é uma organização sem fins lucrativos sedeada na Austrália, que actua predominantemente no continente africano.[1][2] Inicialmente tinha uma abordagem militar estruturada para a conservação, empregando tácticas e tecnologia geralmente reservadas para o campo de batalha moderno,[3] e desde então mudou para uma abordagem orientada para a comunidade, o que inclui o treino de mulheres locais como guarda-florestais.[4]

HistóriaEditar

A organização foi fundada por Damien Mander,[1] após uma viagem à África, onde pretendia usar sua experiência naval na conservação da natureza.[5][6] Ele viu os problemas que os guardas-florestais e a vida selvagem tinham, e fundou a IAPF em 2009.[2][7][8][9]

Em 2010, o programa de TV 60 Minutes filmou as operações da IAPF em Victoria Falls, no Zimbabwe, que se concentravam em proteger o trabalho de conservação e protecção do rinoceronte negro.[7]

Em 2015, a IAPF fez a transição das tácticas militares para estratégias orientadas para a comunidade, tentando incentivar os locais a aderir ao esforço de conservação. Uma das estratégias adoptadas foi treinar mulheres para se tornarem guardas-florestais, promovendo a conservação da vida selvagem como independência das das mulheres. Em especial as "vítimas de agressão sexual ou violência doméstica; mães solteiras, esposas abandonadas; orfãs devido à SIDA ”, segundo a BBC.[4]

O primeiro programa da IAPF direccionado para as mulheres foi desenvolvido no Vale do Baixo Zambeze e Phundundu, no Zimbabwe.

Eles também criaram programas de treino para mulheres na África do Sul.[10] Durante o primeiro ano, a unidade anti-caça furtiva feminina prender cerca de 70 caçadores.[11] 60 minutos filmou o trabalho da organização pela terceira vez em 2018, e cobriu o projecto Akashinga no Vale do Baixo Zimbabwe, a primeira reserva natural no mundo a ser gerida e protegida por mulheres. Jane Goodall é uma patrona da organização.[12]

OperaçõesEditar

A IAPF gere uma unidade anti-caça furtiva, que protege o programa de criação de rinocerontes negros, na Reserva de Caça Privada Stanley & Livingstone.[13] Nenhum rinoceronte foi morto durante o tempo em que a IAPF actuou lá.[14] A IAPF também treina gratuitamente guardas florestais no Zimbábue. Os guardas da IAPF aprendem a fazer uma emboscada, a patrulhar, a prender, prisão, a preservar a cena do crime , camuflagem.[15][16]

Algumas habilidades são uma adaptação de cursos militares, ajustados para se adequar aos esforços de conservação.[17] Alguns caçadores ilegais condenados foram reabilitados e enviados para trabalhar como guardas nos parques.[18] Na África do Sul, a IAPF co-desenvolveu o padrão de qualificação do guarda anti-caça furtiva.[19]

Reconhecimento IAPFEditar

Em 2013, a IAPF foi nomeada para três prémios no 28º Prémio Genesis anual da The Humane Society dos Estados Unidos [20]

Referências

  1. a b «A different battle». Consultado em 19 de agosto de 2016 
  2. a b «IAPF - International Anti-poaching Foundation». Consultado em 19 de agosto de 2016 
  3. Rise of the Drones – Africa Geographic Arquivado em 2015-04-02 no Wayback Machine
  4. a b Zimbabwe, Rachel Nuwer from. «Meet the 'Brave Ones': The women saving Africa's wildlife». www.bbc.com 
  5. Damien's Rhino – Carte Blanche Arquivado em 2013-04-21 na Archive.today
  6. «Damien Mander - Beat Magazine». Consultado em 19 de agosto de 2016 
  7. a b «Damien's War». Consultado em 19 de agosto de 2016 
  8. «Anti Poaching in Zim - Africa Media Online». Consultado em 19 de agosto de 2016 
  9. Conservation Rambo – Mindfood, Smart Thinking
  10. «Female anti-poaching squads making a difference in Zimbabwe and SA». 10 de janeiro de 2019 
  11. Dermentzi, Maria. «An all-female armed unit is making sure poachers stay away from one of Africa's largest elephant populations». Mashable 
  12. Callaghan, Greg (25 de setembro de 2018). «Killing season: Crisis time for Africa's famed wildlife». The Sydney Morning Herald 
  13. Wildlife war zone hero – The Sunday Times
  14. The war against poachers – 702 Talk Radio South Africa
  15. «geographic iapf.pdf On the front line – Africa Geographic Magazine» 
  16. «Iraq War Veteran Battles Rhino Poachers in Africa». Consultado em 19 de agosto de 2016 
  17. «Raw for Africa – Military skills applied in a new fight – Contact Magazine» (PDF) 
  18. «De-Horning Rhino by the International Anti-Poaching Foundation». Consultado em 19 de agosto de 2016 
  19. «Details». Consultado em 19 de agosto de 2016 
  20. «Nominees of the 2013 Genesis Awards» 

Links externosEditar