Irene Lecapena

Irene Lecapena (nascida Maria; em búlgaro: Ирина Лакапина; Μαρία/Ειρήνη Λακαπηνή) foi a imperatriz consorte de Pedro I da Bulgária. Ela era filha de Cristóvão Lecapeno, filho e co-imperador de Romano I Lecapeno do Império Bizantino com sua esposa, a augusta Sofia[1].

Irene Lecapena
Selo de Pedro I e Irene
Imperatriz-consorte da Bulgária
Reinado 8 de novembro de 927-c. 966
Consorte sim
Coroação 8 de novembro de 927
 
Esposa Pedro I da Bulgária
Descendência Plenimir
Bóris II
Romano I
Casa Lecapeno
Nome completo Maria Lecapena
  c. 966
Pai Cristóvão Lecapeno
Mãe Augusta Sofia

Para se provar um sucessor digno de seu pai, tanto em casa quanto aos olhos dos governos vizinhos, o novo imperador da Bulgária, Pedro I, realizou uma demonstração de força ao invadir a Trácia bizantina em maio de 927 e quase que imediatamente mostrou-se pronto a negociar uma paz permanente. Romano se aproveitou da situação e propôs um casamento entre as casas imperiais de Bizâncio e da Bulgária: ele arranjou para que sua neta, Maria, se casasse com Pedro. Pela primeira vez na história bizantina, uma princesa bizantina seria dada em casamento a um monarca estrangeiro e, décadas depois, Constantino VII Porfirogênito criticaria Romano pela concessão. Em outubro de 927, Pedro chegou a Constantinopla para se encontrar com Romano e assinar o tratado de paz, casando-se com Maria em 8 de novembro. Para comemorar uma nova era nas relações entre búlgaros e bizantinos, Maria foi rebatizada "Irene" ("paz" em grego).

FamíliaEditar

Irene e Pedro I tiveram diversos filhos, incluindo:

  • Plenimir
  • Bóris II, que sucedeu ao pai como imperador da Bulgária em 969
  • Romano I, imperador da Bulgária em 977

Referências