Abrir menu principal
Isabella
Nome completo Isabella Cerqueira Campos
Outros nomes Isabella Cerqueira
Nascimento 27 de julho de 1931
Mundo Novo, Bahia  Brasil
Morte 2 de fevereiro de 2011 (79 anos)
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Ocupação atriz
Cônjuge Paulo César Saraceni, Carlos Frederico Rodrigues

Isabella Cerqueira Campos (Mundo Novo, 27 de julho de 1931Rio de Janeiro, 2 de fevereiro de 2011[1]) foi uma atriz brasileira. Ocasionalmente era creditada como Isabella ou Isabella Cerqueira.

BiografiaEditar

Aos 15 anos de idade, Isabella mudou-se da Bahia para o Rio de Janeiro, onde fez cursos de canto e dança. Aos 20, começou a trabalhar como comissária de bordo na Panair. Fez curso de manequim em Paris e, no início dos anos 1960, desfilou para a Maison Dior. Voltou ao Brasil em 1962, disposta a trabalhar como atriz.

Começou sua carreira pelo Tablado (escola de teatro) e pelo Conservatório Nacional de Teatro. Estreou no cinema na última das chanchadas da Atlântida, Os Apavorados (1962). Em seguida, fez o filme de episódios Cinco Vezes Favela (1962), uma das primeiras produções do Cinema Novo. Logo conheceu o cineasta Paulo César Saraceni, com quem faria dois filmes - O Desafio e Capitu - e se casaria, marcando um período em que foi considerada uma das musas do Cinema Novo.

Nos anos 70, casou-se com Carlos Frederico Rodrigues, seu diretor no filme A Possuída dos Mil Demônios, na comédia Lerfá Mu e no curta-metragem O Mundo a Seus Pés. Nessa época, também trabalhou com Júlio Bressane em Barão Olavo, o Horrível, sendo então considerada musa do "cinema marginal" ou Udigrudi. As Quatro Chaves Mágicas (1971), de Alberto Salvá, lhe renderia o prêmio Coruja de Ouro como melhor atriz coadjuvante.

Em 1980, mudou-se com Carlos Frederico para Visconde de Mauá, no estado do Rio, onde fundaram o "Teatro da Montanha" e, em 1994, voltou a residir no Rio. No ano de 2006, foi chamada por Nelson Pereira dos Santos para uma participação especial em Brasília 18% e, em 2007, participou de um documentário de Marco Altberg sobre a Panair, e foi homenageada no Festival de Brasília, quando da exibição da cópia restaurada de Proezas de Satanás na Vila do Leva-e-Traz. Em 2008, publicou seu livro sobre o Cinema Novo, Uma Câmara na Mão e Amor no Coração.

Morreu em 2011, aos 80 anos, em decorrência de câncer de mama.[1]

CarreiraEditar

No cinemaEditar

Ano Título Papel
2007 Panair do Brasil (documentário)
2006 Brasília 18% Madame Dias
1987 O Mundo a Seus Pés (curta)
1980 Parceiros da Aventura Funcionária 3
1979 Lerfa-Mu Jane Bonde
1978 A Lira do Delírio
1977 O Lobo do Homem ou Relações Humanas Imperatriz
1971 Lúcia McCartney, uma Garota de Programa
As Quatro Chaves Mágicas Astarte
1970 Barão Olavo, o Horrível
A Possuída dos Mil Demônios Mulher Possuída
1969 O Bravo Guerreiro Linda
A Cama ao Alcance de Todos Paraplégica
Pedro Diabo Ama Rosa Meia-Noite
1968 Capitu Maria Capitolina "Capitu"
1967 Proezas de Satanás na Vila do Leva-e-Traz Devota
1965 O Desafio Ada
1962 Cinco Vezes Favela (episódio: "Um Favelado") [2]
Os Apavorados Chefe da quadrilha

Na televisãoEditar

Ano Título Papel
1980 Corrida do Ouro Beatriz
1979 Jogo da Vida Andréa
1978 Sítio do Picapau Amarelo
1969 A Cabana do Pai Tomás Glorinha
1969 Rosa Rebelde
1968 Grande Teatro Tupi
1968 Passo dos Ventos Dalva
1967 TV de Comédia

No teatroEditar

  • 1989: "Cora Coralina", a partir de poemas de Cora Coralina
  • 1987: "Amar se Aprende Amando", espetáculo de poemas dos mais consagrados poetas brasileiros
  • 1985: "Quinze Anos Depois", de Bráulio Tavares
  • 1970: "Um Crucificado no Deserto", de Fernando Melo
  • 1968: "Viver é Muito Perigoso", de Paulo Cesar Saraceni
  • 1965: "Dura Lex Sed Lex no Cabelo só Gumex", de Oduvaldo Viana Filho
  • 1965: "Chão de Estrelas", de Orestes Barbosa e Walmir Ayala
  • 1962: "A Prima Dona", de José Maria Monteiro

Referências

  1. a b «Morre no Rio Isabella Cerqueira Campos, a Capitu do Cinema Novo». O Globo on-line. 3 de fevereiro de 2011. Consultado em 3 de fevereiro de 2011 
  2. «Um Favelado». Cinemateca Brasileira. Consultado em 25 de maio de 2018 

Ligações externasEditar