Itaú (Rio Grande do Norte)

município no Rio Grande do Norte

Itaú é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Norte. Sua área territorial é de 133 km².

Itaú
  Município do Brasil  
Rua Fausto Pinheiro, importante logradouro municipal
Rua Fausto Pinheiro, importante logradouro municipal
Rua Fausto Pinheiro, importante logradouro municipal
Símbolos
Bandeira de Itaú
Bandeira
Brasão de armas de Itaú
Brasão de armas
Hino
Gentílico itauense
Localização
Localização de Itaú no Rio Grande do Norte
Localização de Itaú no Rio Grande do Norte
Localização de Itaú no Rio Grande do Norte
Itaú está localizado em: Brasil
Itaú
Localização de Itaú no Brasil
Mapa
Mapa de Itaú
Coordenadas 5° 50' 24" S 37° 59' 34" O
País Brasil
Unidade federativa Rio Grande do Norte
Municípios limítrofes Apodi, Riacho da Cruz, Taboleiro Grande, Rodolfo Fernandes e Severiano Melo
Distância até a capital 362 km
História
Fundação 11 de dezembro de 1953 (70 anos)
Administração
Prefeito(a) Francisco André Regis Júnior (PP, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 133,031 km²
População total (IBGE/2020[1]) 5 897 hab.
Densidade 44,3 hab./km²
Clima Semiárido (Bsh)
Altitude 143 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[2]) 0,614 médio
 • Posição RN: 67°
PIB (IBGE/2018[3]) R$ 53 877,25 mil
PIB per capita (IBGE/2018[3]) R$ 9 197,21
Sítio itau.rn.gov.br (Prefeitura)

"Itaú" é um nome derivado da língua tupi, significando "rio da pedra", através da junção dos termos itá (pedra) e 'y (água, rio)[4].

Geografia editar

De acordo com a divisão do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vigente desde 2017,[5] Itaú pertence às regiões geográficas intermediária e imediata de Mossoró.[6] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, o município fazia parte da microrregião de Pau dos Ferros, dentro da mesorregião do Oeste Potiguar.[7] A área territorial é de 133,031 km²[1] (0,2519% da superfície estadual), 1,6662 km² destes em área urbana.[8]. Itaú dista 362 quilômetros (km) de Natal, capital estadual,[9] e 2 137 km de Brasília, capital federal.[10] Limita-se a norte com os municípios de Apodi e Severiano Melo, a sul com Taboleiro Grande e Riacho da Cruz, a leste Apodi novamente e, a oeste, Rodolfo Fernandes, Severiano Melo e Taboleiro Grande.[11]

Inserido totalmente na bacia hidrográfica do Rio Apodi-Mossoró, Itaú apresenta um relevo ondulado, com altitudes entre 100 e 200 metros, e inserido na Depressão Sertaneja, uma área de transição entre o Planalto da Borborema e a Chapada do Apodi. Itaú está situado em área de abrangência de rochas metamórficas que compõem o embasamento cristalino, oriundas do período Pré-Cambriano médio, com idade entre um bilhão e 2,5 bilhões de anos. O tipo de solo predominante é o litossolo (antes denominado de solo litólico), com textura formada principalmente por areia, além de pedregoso e pouco profundo, porém bastante drenado e altamente fértil. Por ser pouco desenvolvido, é coberto por uma vegetação de pequeno porte, a caatinga, que tem como característica principal a perda de folhas durante a estação seca.[11]

O clima é quente e semiárido,[11] com chuvas concentradas no primeiro semestre do ano e índice pluviométrico em torno de 730 mm/ano e temperaturas elevadas, que em dias muito quentes atinge 37 °C ou mais. Segundo dados da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), referentes ao período de 1921 a 1930 e a partir de 1963, o maior acumulado de chuva em 24 horas registrado em Itaú atingiu 200 mm em 20 de abril de 2013, seguido por 160 mm em 29 de abril de 2021, 150,3 mm em 5 de maio de 1975 e 150 mm em 22 de abril de 2020.[12]

Dados climatológicos para Itaú
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima recorde (°C) 38,5 38,4 35,9 34,5 32,8 34,5 37,3 36,7 37,9 38,9 38,7 38,6 38,9
Temperatura mínima recorde (°C) 20,7 22,1 20,1 22,3 21,1 20,7 20,5 20 21,5 20,5 22,9 22,3 20,7
Precipitação (mm) 71 102 186,1 179,3 91,1 46,5 21 6 1,7 3 5,5 18,1 731,3
Fonte: EMPARN (recordes de temperatura: 28/07/2020-presente;[13] médias de precipitação: 1921-2020)[12]

Demografia editar

Crescimento populacional
Censo Pop.
19607 235
19703 608−50,1%
19803 347−7,2%
19914 90146,4%
20005 2717,5%
20105 5645,6%
Est. 20205 897
Fonte: IBGE[14]

A população de Itaú no censo demográfico de 2010 era de 5 564 habitantes, sendo o 107° município em população do Rio Grande do Norte e o 4 069° do Brasil, apresentando uma densidade demográfica de 41,83 hab./km².[1] De acordo com este mesmo censo, 86,07% dos habitantes viviam na zona urbana e 13,93% na zona rural. Ao mesmo tempo, 50,74% da população eram do sexo feminino e 49,26% do sexo masculino,[15] tendo uma razão de sexo aproximada de 97 homens para cada mil mulheres.[16] Quanto à faixa etária, 67,83% da população tinham entre 15 e 64 anos, 23,22% menos de quinze anos e 8,95% 65 anos ou mais.[17]

Conforme pesquisa de autodeclaração do mesmo censo, 49,7% dos habitantes eram brancos, 45,7% pardos, 3,12% pretos e 1,48% amarelos.[18] Todos os habitantes eram brasileiros natos[19] (53,86% naturais do município),[20] dos quais 98,54% naturais do Nordeste, 1,01% do Sudeste, 0,33% do Centro-Oeste e 0,05% do Sul, além de 0,07% sem especificação. Dentre os naturais de outras unidades da federação, o Ceará tinha o maior percentual de residentes (5,03%), seguido pela Paraíba (1,56%) e por São Paulo (0,83%).[21]

 
Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores

Ainda segundo o mesmo censo, a população de Itaú era formada por católicos apostólicos romanos (79,78%), protestantes (15,2%), testemunhas de Jeová (0,11%), católicos ortodoxos (0,06%), espíritas (0,05%) e ainda esotéricos (0,03%). Outros 4,73% não tinham religião e 0,06% seguiam outras denominações.[22] Vinculado à Diocese de Mossoró, Itaú possui como padroeira Nossa Senhora das Dores, cuja paróquia foi criada em 15 de setembro de 2006 e abrange os municípios de Itaú, Rodolfo Fernandes e Severiano Melo.[23] Existem também alguns credos protestantes ou reformados, sendo eles: Assembleia de Deus, Congregação Cristã do Brasil, Deus é Amor, Igreja Congregacional, Igreja Adventista do Sétimo Dia, Igreja Presbiteriana e Igreja Universal do Reino de Deus.[22]

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M) do município é considerado médio, de acordo com dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Segundo dados do relatório de 2010, divulgados em 2013, seu valor era 0,614, estando na 67ª posição a nível estadual e na 3 820ª colocação a nível nacional. Considerando-se apenas o índice de longevidade, seu valor é 0,727, o valor do índice de renda é 0,588 e o de educação 0,542.[2] No período de 2000 a 2010, a proporção de pessoas com renda domiciliar per capita de até R$ 140 caiu 43,2%, ao passo que o índice de Gini, que mede a desigualdade social, caiu de 0,553 para 0,488. Em 2010, 68,25% da população viviam acima da linha de pobreza, 16,76% entre as linhas de indigência e de pobreza e 14,99% abaixo da linha de indigência. No mesmo ano, os 20% mais ricos eram responsáveis por 52,85% do rendimento total municipal, valor pouco mais de mais de quinze vezes superior ao dos 20% mais pobres, de apenas 3,42%.[24][25]

Política editar

A administração municipal se dá pelos poderes executivo e legislativo, sendo o primeiro representado pelo prefeito e seu secretariado, e o segundo pela câmara municipal, formada por nove vereadores eleitos por meio do sistema proporcional para legislaturas de quatro anos. Cabe à casa elaborar e votar leis fundamentais à administração e ao executivo, especialmente o orçamento municipal (conhecido como Lei de Diretrizes Orçamentárias).[26]

O atual prefeito de Itaú é Francisco André Regis Júnior e o vice Paulo Fernandes Maia, ambos do Progressistas (PP), eleitos em novembro de 2020 com 52,03% dos votos válidos[27] e empossados em 1° de janeiro de 2021.[28] O município se rege por sua lei orgânica, promulgada em 1990, e é um dos termos da comarca de Apodi, do poder judiciário estadual.[29] Itaú pertence à 35ª zona eleitoral do Rio Grande do Norte e possuía, em dezembro de 2020, 4 895 eleitores, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o que representa 0,208% do eleitorado estadual.[30]


Referências

  1. a b c d IBGE. «Brasil / Rio Grande do Norte / Itaú». Consultado em 29 de junho de 2021 
  2. a b Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Consultado em 4 de setembro de 2013 
  3. a b IBGE (2018). «Produto Interno Bruto dos Municípios». Consultado em 29 de junho de 2021 
  4. http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/vocabulario.htm
  5. IBGE (2017). «Divisão Regional do Brasil». Consultado em 28 de junho de 2021. Cópia arquivada em 25 de setembro de 2017 
  6. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 29 de março de 2019 
  7. IBGE (1990). «Divisão regional do Brasil em mesorregiões e microrregiões geográficas» (PDF). Biblioteca IBGE. 1: 44–45. Consultado em 28 de junho de 2021. Cópia arquivada (PDF) em 25 de setembro de 2017 
  8. IBGE (2019). «Tabela 8418 - Áreas urbanizadas, Loteamento vazio, Área total mapeada e Subcategorias». Consultado em 17 de dezembro de 2023 
  9. «Distância de Itaú a Natal». Consultado em 28 de junho de 2021 
  10. «Distância de Itaú a Brasília». Consultado em 28 de junho de 2021 
  11. a b c Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (IDEMA-RN) (2008). «Perfil do seu município: Itaú» (PDF). Consultado em 28 de junho de 2021 
  12. a b Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN). «Relatório pluviométrico». Consultado em 9 de fevereiro de 2022 
  13. EMPARN. «Relatório de variáveis meteorológicas». Consultado em 9 de fevereiro de 2022 
  14. IBGE. «Evolução da população, segundo os municípios» (PDF). Consultado em 29 de junho de 2021 
  15. IBGE (2010). «Tabela 608 - População residente, por situação do domicílio e sexo». Consultado em 29 de junho de 2021 
  16. IBGE (2010). «Razão de sexo, população de homens e mulheres, segundo os municípios – 2010». Consultado em 29 de junho de 2021 
  17. «Itaú, RN». Consultado em 29 de junho de 2021 
  18. IBGE (2010). «Tabela 2093 - População residente por cor ou raça, sexo, situação do domicílio e grupos de idade - Amostra - Características Gerais da População». Consultado em 29 de junho de 2021 
  19. IBGE (2010). «Tabela 1497 - População residente, por nacionalidade». Consultado em 29 de junho de 2021 
  20. IBGE (2010). «Tabela 1505 - População residente, por naturalidade em relação ao município e à unidade da federação». Consultado em 29 de junho de 2021 
  21. IBGE (2010). «Tabela 631 - População residente, por sexo e lugar de nascimento». Consultado em 29 de junho de 2021 
  22. a b IBGE (2010). «Tabela 2094 - População residente por cor ou raça e religião». Consultado em 29 de junho de 2021 
  23. BULCÃO, Valéria; et al. (2014). «80 anos da diocese de Santa Luzia». Fé e Evangelização: 110 p 
  24. «ODS 01 Erradicação da pobreza». Consultado em 29 de junho de 2021 
  25. «ODS 10 Redução de desigualdades». Consultado em 29 de junho de 2021 
  26. «Governo Municipal». Consultado em 28 de junho de 2021. Cópia arquivada em 10 de outubro de 2011 
  27. «André Júnior, do PP, é eleito prefeito de Itaú». 15 de novembro de 2020. Consultado em 28 de junho de 2021 
  28. «Prefeito e vereadores de Itaú tomam posse; veja lista de eleitos». 1 de janeiro de 2021. Consultado em 28 de junho de 2021 
  29. «Comarca: Apodi». Consultado em 28 de junho de 2021. Cópia arquivada em 5 de julho de 2008 
  30. Tribunal Superior Eleitoral (TSE). «Estatísticas do eleitorado – Consulta por município/zona». Consultado em 28 de junho de 2021 
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Itaú
  Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Norte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.