Itapura

município brasileiro do estado de São Paulo

Itapura é um município do estado de São Paulo, no Brasil. Localiza-se a uma latitude de 20º38'46" sul e a uma longitude de 51º30'32" oeste, estando a uma altitude de 318 metros, e uma distância de 677 quilômetros da cidade de São Paulo, capital do estado. Sua população estimada em 2014 era de 4.674 habitantes. Possui uma área de 307,2 quilômetros quadrados.

Itapura
  Município do Brasil  
Castelo ... - panoramio.jpg
Símbolos
Bandeira de Itapura
Bandeira
Brasão de armas de Itapura
Brasão de armas
Hino
Gentílico itapurense
Localização
Localização de Itapura em São Paulo
Localização de Itapura em São Paulo
Mapa de Itapura
Coordenadas 20° 38' 45" S 51° 30' 32" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Municípios limítrofes Ilha Solteira, Andradina, Castilho, Três Lagoas (MS) e Selvíria (MS)
Distância até a capital 677 km[1]
História
Fundação 22 de março de 1969 (51 anos)
Aniversário 21 de Março de 1969
Administração
Prefeito(a) Fábio Dourado (PP, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 307,265 km²
População total (Censo IBGE/2014[3]) 4 674 hab.
Densidade 15,2 hab./km²
Clima Tropical semiúmido (Aw)
Altitude 318 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[4]) 0,739 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 45 575,452 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 11 582,07
Sítio www.itapura.sp.gov.br (Prefeitura)
www.camaraitapura.com.br (Câmara)

TopônimoEditar

"Itapura" deriva do tupi antigo itabyra, que significa "pedra levantada" (itá, "pedra" + byr, "levantar-se" + a, sufixo nominal).[6]

HistóriaEditar

Até o século XIX, o oeste do estado de São Paulo era habitado pelos caingangues. Nesse século, essa etnia indígena foi dizimada pelo avanço das plantações de café.[7]

O município foi uma colônia militar construída nas proximidades do Salto de Itapura em meados do século XIX (1858), pelo governo imperial, na margem esquerda do Rio Tietê, próximo à foz do mesmo no Rio Paraná.

Após a Guerra do Paraguai (1864-1870), a Colônia Militar de Itapura deixou de ter tanta importância estratégica, além do que o acesso à mesma era de grande dificuldade, possível apenas pelo Tietê. Assim, acabou abandonada. Em 1905, já havia apenas ruínas, conforme constatou uma comissão geográfica estadual que buscava as colônias de Itapura e de Avanhandava.

 
Mapa da época da construção da Variante de Jupiá mostra o percurso da antiga linha-tronco da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, inclusive a estação Itapura.

Em 1910, ali chegaram os trilhos da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, formando um povoado redor de sua estação.

Entretanto, como a região do Rio Tietê era assolada pela maleita, a Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, em meados da década de 1920, construiu uma variante de Araçatuba a Jupiá passando mais ao Sul, sobre o espigão divisor de águas do Tietê com o Rio Feio (também chamado Aguapeí). A variante foi inaugurada em 1940, tornando-se a linha-tronco da ferrovia. O trecho entre Araçatuba e Lussanvira de cerca de 78 km entre Lussanvira e Jupiá, em piores condições sanitárias, onde se incluíam as estações de Ilha Seca, Timboré e Itapura, logo teve seus trilhos removidos.

Finalmente, no final da década de 1960, com a inauguração da Usina Hidrelétrica Engenheiro Souza Dias (Jupiá) e o enchimento do reservatório, a cidade de Itapura foi inundada, restando apenas algumas construções em terreno mais alto, incluindo as ruínas da antiga colônia militar. Uma nova cidade foi edificada. A inundação também pôs fim ao Salto de Itapura.[8]

Hoje em dia, a cidade está passando por uma reforma para que possa tornar-se um ponto turístico do estado de São Paulo devido ao seu valor histórico.

ReligiãoEditar

A padroeira do município é a Imaculada Conceição. A Festa da Padroeira acontece no dia 8 de Dezembro com uma procissão de barcos com a imagem de Nossa Senhora que se inicia no GRECAN (um condomínio fechado) de Itapura e se encerra na Praia Municipal, seguindo então para a Igreja Imaculada Conceição. Após a missa, ocorre uma grande procissão passando pelas ruas do município que se encerra na capela que guarda a imagem da Imaculada Conceição.

DemografiaEditar

Dados do Censo - 2010

População total: 4 360

  • Urbana: 3 484
  • Rural: 876
  • Homens: 2 257
  • Mulheres: 2 103

Densidade demográfica (hab./km²): 14,19

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 16,72

Expectativa de vida (anos): 70,77

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,30

Taxa de alfabetização: 83,00%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,739

  • IDH-M Renda: 0,627
  • IDH-M Longevidade: 0,763
  • IDH-M Educação: 0,827

(Fonte: IPEADATA)

ComunicaçõesEditar

A cidade foi atendida pela Companhia de Telecomunicações do Estado de São Paulo (COTESP) até 1975, quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[9], que construiu em 1985 a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica, sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo para suas operações de telefonia fixa[10][11][12].

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Distâncias entre a cidade de São Paulo e todas as cidades do interior paulista». Consultado em 28 de janeiro de 2011 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2014». Censo Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2014. Consultado em 7 de fevereiro de 2015 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. NAVARRO, E. A. Dicionário de Tupi Antigo: a Língua Indígena Clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 575.
  7. BUENO, E. Brasil: uma História. 2ª edição revista. São Paulo. Ática. 2003. p. 282.
  8. Itapura, SP. Disponível em http://www.estacoesferroviarias.com.br/i/locais/itapura.htm. Acesso em 25 de janeiro de 2017.
  9. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  10. «Telesp vai servir mais 86 cidades do estado». Acervo Folha de S.Paulo 
  11. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  12. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Itapura
  Este artigo sobre municípios do estado de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.