Sir James Frazer
Nome completo James George Frazer
Nascimento 1 de janeiro de 1854
Glasgow
Morte 7 de maio de 1941 (87 anos)
Cambridge
Nacionalidade escocês
Ocupação antropólogo

James George Frazer (1 de Janeiro de 1854, Glasgow, Escócia7 de Maio de 1941, Cambridge), foi um influente antropólogo nos primeiros estágios dos estudos modernos de mitologia e religião comparada.

HistóriaEditar

Frazer estudou na Universidade de Glasgow e no Trinity College, da Universidade de Cambridge. Foi nesta última instituição que ele escreveu sua obra mais importante, The Golden Bough; a Study in Magic and Religion ("O ramo de ouro", 1890).

"O ramo de ouro" é uma obra alentada (12 volumes na edição final, concluída em 1915), onde o autor faz um estudo comparativo dos mitos e do folclore de várias sociedades, e levanta a tese de que o pensamento humano evoluiu de um estágio mágico para outro religioso, e daí para um nível científico. Esta tese foi logo refutada por outros antropólogos, mas a distinção feita por Frazer entre magia e religião, ainda é aceita: na magia, o utilizador tenta controlar através de "técnicas" o mundo e os acontecimentos, enquanto que na religião, ele requisita o auxílio a espíritos e divindades.

Frazer era torcedor do Rangers Football Club, gostava de frequentar os jogos e fazer análises sociais durante as partidas.

ObrasEditar

  • The Golden Bough; a Study in Magic and Religion (1890)
  • Folk-Lore in the Old Testament ("O folclore no Antigo Testamento", 1918)
  • The Golden Bough (edição resumida, 1922)

Obras (em português)Editar

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

  • Grande Enciclopédia Barsa. São Paulo:Barsa Planeta Internacional Ltda., 2005. V.6. P.441-2. ISBN 85-7518-204-8 (obra completa)

Ligações externasEditar