Jampruca

município brasileiro do estado de Minas Gerais

Jampruca é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2010 era de 5.089 habitantes (IBGE, 2010). Localiza-se no Vale do Rio Doce.

Jampruca
  Município do Brasil  
Hino
Gentílico jampruquense
Localização
Localização de Jampruca em Minas Gerais
Localização de Jampruca em Minas Gerais
Jampruca está localizado em: Brasil
Jampruca
Localização de Jampruca no Brasil
Mapa de Jampruca
Coordenadas 18° 27' 46" S 41° 48' 14" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Municípios limítrofes Campanário, Itambacuri, Frei Inocêncio, Governador Valadares, Nova Módica e Pescador.
Distância até a capital 378 km
História
Fundação 27 de abril de 1992 (30 anos)
Administração
Prefeito(a) Poliane de Castro Nunes Bastos (UNIÃO [1], 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [3] 520,998 km²
População total (Censo IBGE/2010[4]) 5 068 hab.
Densidade 9,7 hab./km²
Clima tropical (Aw)
Altitude 200 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 39837-000 a 39839-999[2]
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [5]) 0,598 baixo
PIB (IBGE/2016[6]) R$ 51 671,98 mil
PIB per capita (IBGE/2008[6]) R$ 5 019,19
Sítio jampruca.mg.gov.br (Prefeitura)
camarajampruca.mg.gov.br (Câmara)

HistóriaEditar

Em 1935, quando a estrada Figueira (atual Governador Valadares-Teófilo Otoni), estava em construção, o garimpeiro Jorge Francisco Agostinho chegou à região para trabalhar na obra. Ficou entusiasmado com a fertilidade da terra e a beleza das matas e fixou residência no local. Assim nasceu o povoado de São Sebastião de Jampruca, nome da fazenda pertencente à família Dantas, no município de Araçuaí, onde Jorge Agostinho residiu. Com o tempo, o nome passou a ser Jampruca. Jorge Agostinho construiu uma capela em 1939. Nos anos 50, o povoado progrediu e, em 1992, teve sua emancipação política.[7]

GeografiaEditar

Relevo e hidrografiaEditar

O município está localizado na Unidade Geomorfológica Depressão Interplanáltica do Rio Doce com áreas de colinas. Outra geoforma encontrada é a Depressão erosiva.[8]

Jampruca encontra-se na bacia do rio Suaçuí, sendo o município cortado pelo rio Itambacuri, afluente do rio Suaçuí. Outros cursos menores também estão presentes, como o córrego Água Preta, Boleira e Quiara.[8]

ClimaEditar

O clima de Jampruca é caracterizado como tropical com estação seca (tipo Aw segundo Köppen). O mês mais quente, janeiro, tem temperatura média de 26,5°C, e o mês mais frio, junho, de 21,3°C.[8]

Ecologia e meio ambienteEditar

O município é abrangido pelo bioma da Mata Atlântica. Não há nenhuma unidade de conservação ambiente em todo o território de Jampruca.[9]

EconomiaEditar

Jampruca tem uma economia bastante fragilizada. A maior unidade empregadora é a administração pública em geral, com 60% dos empregos.[10] A agropecuária, o varejo e a extração de pedras também são atividades importantes para a economia do município.[10]

InfraestruturaEditar

SaúdeEditar

Jampruca possui 3 estabelecimentos de saúde, 29 profissionais e 8 equipamentos.[11] Assim como a cidade vizinha Frei Inocêncio, a maior parte dos equipamentos de saúde são de odontologia.[11]

EducaçãoEditar

O curso com maior número de matrículas em Jampruca é o Ensino Fundamental I com 44% de todas as matrículas.[12] A escola com maior número de matrículas é a Escola Estadual Coronel Antônio Lopes.[13]

Formação administrativaEditar

Distrito criado com a denominação de Jampruca, pela Lei estadual nº 2764, de 30-12-1962, subordinado ao município de Campanário.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o distrito de Jampruca, figura no município de Campanário. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1991.

Elevado à categoria de município com a denominação de Jampruca, pela Lei estadual nº 10704, de 27-04-1992, desmembrado de Campanário. Sede no antigo distrito de Jampruca. Constituído de 2 distritos: Jampruca e São Sebastião do Barroso (ex-São Sebastião do Barreiro), ambos desmembrado de Campanário. Instalado em 01-01-1993.

Em divisão territorial datada de 1995, o município é constituído de 2 distritos: Jampruca e São Sebastião do Barroso.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

TurismoEditar

A festa do jampruquense ausente traz de tempos em tempos seus ex-moradores para reencontros pontuais. São pessoas nativas de Jampruca mas que vivem em varios estados do Brasil bem como outros países.

BibliografiaEditar

Prefeitura Municipal de Jampruca, Fundação Educacional de Caratinga, CBH-Suaçuí e Instituto BioAtlântica (março de 2016). «Plano Municipal de Saneamento Básico» (PDF). Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) 

Referências

  1. «Representantes». União Brasil. Consultado em 29 de setembro de 2022 
  2. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  4. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2016». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 24 ago. 2019 
  7. Prefeitura Municipal de Jampruca. «História» 
  8. a b c PMSB 2016, p. 34-40
  9. PMSB 2016, p. 44-45
  10. a b DataViva. «Jampruca - Salário e Emprego» 
  11. a b DataViva. «Jampruca - Saúde» 
  12. DataViva. «Jampruca - Educação» 
  13. DataViva. «Jampruca» 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Jampruca
  Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.