Jardim do Campo da Barca

O Jardim do Campo da Barca é um pequeno parque urbano português, localizado na cidade do Funchal, Madeira. O jardim, com uma área de 3 000 m², encontra-se dividido em dois setores pela Estrada Conde Carvalhal: o setor norte (c. 1000 m²), constituído pelo Largo Conde Canavial; e o setor sul, designado por Praça de Tenerife (c. 2000 m²).[1]

Jardim do Campo da Barca
Parte do setor sul do Jardim do Campo da Barca, visto a partir do teleférico.
Localização Funchal,  Madeira
País Portugal Portugal
Tipo parque urbano
Área 3 000 m²
Inauguração 1818 (204–205 anos)

A nível arbóreo, podem ser contempladas espécies como as coralinas (Erythrina abyssinica e americana), os jacarandás (Jacaranda mimosifolia), as sumaúmas (Chorisia speciosa), as plantas dos dentes (Plumeria alba e Plumeria rubra var. acutifolia) e um notável exemplar de dragoeiro (Dracaena draco ssp. draco), a árvore mais emblemática deste jardim.[2]

HistóriaEditar

A sua origem remonta a 1818, com o ajardinamento da parte do que constitui hoje o setor sul do jardim. Em 1897, o jardim passa para a administração municipal. Em 1903, no âmbito da construção do Centro Dr. Agostinho Cardoso, acrescentou-se o atual setor norte.[2]

Em 2010, o jardim foi afetado pelo forte temporal que se abateu sobre a ilha da Madeira a 20 de fevereiro, causando a destruição de parte do pavimento, dos bancos e das mesas ali existentes, sobretudo no setor sul.[3] Em sequência do ocorrido, realizaram-se limpezas na parte norte e obras de recuperação e melhoria na parte sul, no valor de 200 061,58 € (comparticipada pela Lei de Meios com financiamento através do FEDER no montante de 85% do investimento), tendo esta sido reaberta ao público a 27 de abril de 2012.[1][4]

Referências

  1. a b «Reabertura do Jardim do Campo da Barca (Praça de Tenerife)». Câmara Municipal do Funchal. 27 de abril de 2012. Consultado em 21 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 2 de fevereiro de 2017 
  2. a b «Jardim do Campo da Barca». Câmara Municipal do Funchal. Consultado em 21 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 2 de fevereiro de 2017 
  3. Marta Caires (4 de novembro de 2010). «Obras no Campo da Barca começam só em 2011». Diário de Notícias da Madeira. Consultado em 21 de janeiro de 2017 
  4. Graça Freitas (26 de abril de 2012). «Recuperação do Jardim do Campo da Barca já está concluída». Diário de Notícias da Madeira. Consultado em 21 de janeiro de 2017 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Jardim do Campo da Barca