Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Jasão (desambiguação).

Jasão (em grego: Ἰάσων ὁ Φεραῖος; ? — 370 a.C.[1]) foi um tirano de Feras e da Tessália, que prosperou no período da hegemonia tebana.

Jasão era tirano de Feras, e aumentou seu poder invadindo Lócris, tomando Heracleia de Traquínia à traição e a destruindo, entregando o território aos oetaeans e malians.[2] Em seguida, ele se dirigiu à Perrhaebia (no norte da Tessália) e a dominou, algumas cidades por generosas promessas, e outras à força.[2] Conforme seu poder foi aumentando, os habitantes da Tessália passaram a olhá-lo com desconfiança.[2]

A situação política era favorável ao aparecimento de alguém que unificasse a Grécia: os lacedemônios tinham sofrido o desastre de Leuctra, os atenienses só tinham o controle dos mares, os tebanos não eram considerados uma potência, e Argos estava em guerra civil.[3] Com isso, os habitantes da Tessália colocaram Jasão como líder do seu país, com comando sobre as tropas.[3] Ele conquistou algumas tribos vizinhas e entrou em aliança com Amintas III da Macedónia.[3]

Neste momento, Jasão é assassinado, segundo Éforo, por sete jovens ou, segundo outros historiadores, por seu irmão Polidoro.[4]

Referências

  1. Nicolas Lenglet Dufresnoy, Chronological Tables of Universal History (1762), The Sixth Epocha, Profane, p.57
  2. a b c Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XV, 57.2 [ael/fr][en]
  3. a b c Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XV, 60.2
  4. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XV, 60.5