Jean-Jacques Beineix

cineasta francês

Jean-Jacques Beineix (Paris, 8 de outubro de 194613 de janeiro de 2022) foi um realizador, produtor e argumentista de cinema francês.

Jean-Jacques Beineix
Beineix em 1989
Nascimento 8 de outubro de 1946
Paris, França
Morte 13 de janeiro de 2022 (75 anos)
Ocupação cineasta

CarreiraEditar

Jean-Jacques Beineix começou de 1964 a 1967, como assistente de Jean Becker na série televisiva Les saintes chéries. Foi ainda assistente de Claude Berri e de Claude Zidi. Só em 1981, dirigiu o seu primeiro filme - Diva - que alcançou enorme sucesso de público e de crítica, tendo obtido quatro Cesars, incluindo de melhor primeiro filme,[1] e vencido o Festival de Cinema da Figueira da Foz. Já a sua segunda longa-metragem - La Lune dans le Caniveau -, interpretada por nomes tão conhecidos como Gérard Depardieu e Nastassja Kinski, foi um fracasso de crítica e de bilheteira.

Em 1986 realizou 37°2 le matin, com Béatrice Dalle e Jean-Hugues Anglade, nomeado para o Oscar do Melhor filme estrangeiro.

Beineix morreu em 13 de janeiro de 2022, aos 75 anos de idade.[2]

FilmografiaEditar

Referências

  1. «Diva» (em inglês). Académie des Arts et Techniques du Cinéma. Consultado em 14 de janeiro de 2022 
  2. «Jean-Jacques Beineix, le réalisateur de « 37°2 le matin », est mort». Le Monde (em francês). 14 de janeiro de 2022. Consultado em 14 de janeiro de 2022 

Ligações externasEditar