Abrir menu principal

Jezebel

filme de 1938 dirigido por William Wyler
Disambig grey.svg Nota: Se procura a personagem bíblica, veja Jezabel.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jezebel
Jezebel, a insubmissa (PRT)
Jezebel (BRA)
Bette Davis e Henry Fonda em Jezebel (1938)
 Estados Unidos
1938 •  p&b •  103 min 
Direção William Wyler
Roteiro Clements Ripley / Abem Finkel / John Huston / Robert Buckner
Elenco Bette Davis
Henry Fonda
Donald Crisp
George Brent
Género drama
Idioma inglês

Jezebel (no Brasil, Jezebel; em Portugal, Jezebel, a Insubmissa)[1][2] é um filme estadunidense de 1938, do gênero drama, produzido e dirigido por William Wyler. O filme é ambientado na cidade de Nova Orleans no século XIX, na época em que a região era dominada pela aristocracia rural sulista algodoeira, e assolada por surtos de febre amarela.

O título faz referência a uma personagem bíblica, uma rainha maldosa.

SinopseEditar

 
Bette Davis em "Jezebel" (1938).

Em 1852, a impetuosa jovem aristocrata Julie Marsden escandaliza a rígida sociedade de Nova Orleans, sua família e seu noivo Preston 'Pres' Dillard, ao ir para o baile anual vestindo um vestido vermelho, contrariando a moda da época para as moças, que deveriam estar todas de um imaculado branco.

Desafiado por Julie, que desejava provocá-lo, Preston enfrenta o repúdio dos demais convidados e fica ao seu lado, mas se sente humilhado e, quando a noite acaba, ele abandona Julie e a cidade e vai para Nova Iorque. Julie se arrepende da provocação e, apesar de apaixonada, não vai atrás dele, se refugiando em sua fazenda e acreditando que ele irá voltar.

Um ano depois Preston volta, mas está casado e a cidade enfrenta uma grave crise de febre amarela (chamada em inglês de yellow jack). Julie, sem conseguir se controlar, veste um bonito vestido branco e recepciona o casal em sua casa, hostilizando a esposa de seu amado e provocando ciúmes em seu outro pretendente, o duelista Buck Cantrell, o que aumenta a tensão da situação. A trama fecha com um trágico final.

ElencoEditar

 
Bette Davis e Fay Brainter em "Jezebel" (1938)
  • Bette Davis .... Julie Marsden
  • Henry Fonda .... Preston Dillard
  • George Brent .... Buck Cantrell
  • Margaret Lindsay .... Amy Bradford Dillard
  • Donald Crisp .... Dr. Livingstone
  • Fay Bainter .... tia Belle Massey
  • Richard Cromwell .... Ted Dillard
  • Henry O'Neill .... general Theopholus Bogardus
  • Spring Byington .... sr. Kendrick
  • Stuart Holmes .... Doutor no duelo (não-creditado)

Principais prêmios e indicaçõesEditar

Oscar 1939 (EUA)

Festival de Veneza 1938 (Itália)

  • William Wyler recebeu recomendação especial pela contribuição artística.
  • Indicado na categoria de melhor filme.

Referências

  1. «Crítica | Jezebel (1938)». Plano Crítico. 10 de março de 2018. Consultado em 11 de agosto de 2019 
  2. «Jezebel». 50 Anos de Filmes. Consultado em 11 de agosto de 2019 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Jezebel
  A Wikipédia tem o