Jien ( 慈円 ?). Nasceu em 17 de maio de 1155, em Kyoto , e faleceu em 28 de outubro de 1225 na Província de Ōmi (atual Shiga). Foi um poeta japonês, historiador e monge budista.

Jien
Jien, dibujo del Ogura Hyakunin Isshu
Nascimento 17 de maio de 1155
Quioto
Morte 28 de outubro de 1225
Cidadania Japão
Progenitores
Ocupação poeta, historiador, escritor
Religião budismo

BiografiaEditar

Jien era filho de Fujiwara no Tadamichi, um membro do poderoso Clã Fujiwara [1]. Entrou para um mosteiro budista da seita Tendai no início de sua vida, primeiro levando o nome budista Dokaie e, mais tarde mudando para Jien. Acabou se tornando Daisōjō ( 大僧正 ?) líder da seita Tendai.

Começou a estudar e a escrever sobre a história do Japão, o seu propósito era "esclarecer as pessoas que têm dificuldade para compreender as vicissitudes da vida". Sua obra-prima, concluída por volta de 1220, foi humildemente intitulada Gukanshō , que se traduz como Notas de um Tolo. Nela, tentou analisar os fatos da história japonesa. O Gukanshō tinha uma visão pessimista de seu tempo, o final Período Heian , e alegou que foi um período de declínio religioso e via a desintegração da civilização através das Guerras Genpei. Este é o ponto de vista geral, realizada hoje. Jien afirmava que as mudanças na estrutura feudal eram necessárias e defendia a reivindicação de poder do shogun Yoritomo[2].

Como poeta, ele foi nomeado um dos novos Trinta e seis Imortais da Poesia, e foi o segundo melhor poeta representado no Kokin Wakashū. Ele foi incluído por Fujiwara no Teika no Hyakunin Isshu Ogura .

Referências

  1. Delmer Myers Brown, Ichirō Ishida"The Future and the Past: A Translation and Study of the Gukanshō" (em inglês) University of California Press, 1979 pp. 402 - 410 ISBN 9780520034600
  2. Michael Bathgate "The Fox's Craft in Japanese Religion and Culture" (em inglês) Routledge, 2004 p. 141 ISBN 9780203484760
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.