Abrir menu principal

João Álvaro de Brito Albuquerque

João Álvaro de Brito Albuquerque
Nascimento 13 de março de 1850
Graciosa
Morte 1907 (57 anos)
Cidadania Portugal
Ocupação político

João Álvaro de Brito Albuquerque (Ilha Graciosa, Açores, Portugal, 13 de Março de 18501907) foi um político e jurista português formado bacharel em direito pela Universidade de Coimbra, em 1873, e um lutador pela autonomia administrativa dos Açores.

BiografiaEditar

Foi um homem de grandes conhecimentos e ilustração. Lutou desde sempre pela melhoria do modo de vida na ilha Graciosa onde foi incansável no advogar os seus interesses e concorrer para o seu desenvolvimento e prosperidades. A causa açoriana muito lhe deve, pois, o Dr. João Álvaro, foi na imprensa, onde foi jornalista distinto, um devotado apostolo para a liberdade da autonomia administrativa dos Açores. A mocidade académica encontrou sempre nele um grande protector, um solicito amigo.

Relações FamiliaresEditar

Foi filho de António Maria de Albuquerque do Couto e Brito da Costa e Faro, natural deNelas, Casal de Vilar Seco onde nasceu em 29 de Setembro de 1814 e de Maria Amélia de Lacerda da Silveira e Bettencourt Labatt, filha de António da Cunha Silveira de Bettencourt, 1º Barão da Fonte do Mato, nascido em 1782 na ilha Graciosa e de Isabel Forjaz de Lacerda Brum de Labath.

Casou com D. Jana Elisa da Cunha e Vasconcelos, de quem teve dois filhos:

1 - D. Eugénia Elisa de Brito e Albuquerque (20 de Novembro de 1882 -?) casada com Guilherme da Silva Quintanilha.

2 - António Maria Brito Albuquerque.

Referências

  • Memória da Visita Régia à Ilha Terceira, escrito por Alfredo Luís Campos. Imprensa Municipal, Angra do Heroísmo, 1903.