João Úrsulo

político brasileiro

João Úrsulo Ribeiro Coutinho Filho (Santa Rita, PB, 3 de setembro de 1915Rio de Janeiro, RJ, 6 de outubro de 1970) foi um fazendeiro, advogado, banqueiro e político brasileiro, outrora deputado federal pela Paraíba.[1][2][3]

João Úrsulo
Replace this image male.png
João Úrsulo
Deputado federal pela Paraíba
Período 1946-1951
1954-1963
Prefeito de Sapé
Período 1938-1940[nota 1]
Dados pessoais
Nascimento 3 de setembro de 1915
Santa Rita, PB
Morte 6 de outubro de 1970 (55 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Alma mater Universidade Federal de Pernambuco
Cônjuge Germana Veloso Borges Ribeiro Coutinho
Partido UDN, ARENA
Profissão fazendeiro, advogado, banqueiro

BiografiaEditar

Filho de João Úrsulo Ribeiro Coutinho e Helena Pessoa Ribeiro Coutinho. Aluno da tradicional Faculdade de Direito do Recife, formou-se advogado em 1937 pela Universidade Federal de Pernambuco e no ano seguinte foi nomeado prefeito de Sapé pelo interventor Argemiro de Figueiredo. Membro da UDN, participou da primeira reunião do diretório nacional do partido e após o fim do Estado Novo foi eleito deputado federal pela Paraíba em 1945 e sob tal condição participou da Assembleia Nacional Constituinte que elaborou a Constituição de 1946.[1][4] Não reeleito no pleito seguinte, chegou a exercer o mandato mediante convocação nos últimos meses da legislatura, mas voltou à Câmara dos Deputados em 1954 e 1958, abandonando a vida política ao fim do mandato.[5][nota 2]

Genro de Virgínio Veloso Borges, foi sucedido como deputado federal por seus irmãos, sendo que Odilon Ribeiro Coutinho foi eleito pelo Rio Grande do Norte em 1962 e Renato Ribeiro Coutinho foi eleito pela Paraíba em 1966.[nota 3][6][7] Tem ainda laços de parentesco com Flávio Ribeiro Coutinho e Flaviano Ribeiro Coutinho Filho, o primeiro dos quais eleito governador da Paraíba em 1955 e o outro foi eleito deputado federal pelo referido estado em 1962 e 1966.[8][1]

Permanecendo no Rio de Janeiro, foi presidente do Banco Aliança até outubro de 1970, quando a instituição foi absorvida pelo atual Itaú Unibanco, hoje parte de uma Holding Financeira.[1]

Notas

  1. Para fins editoriais, a informação quanto à extensão de seu mandato corresponde aos últimos anos de Argemiro de Figueiredo como interventor federal na Paraíba, já que este o nomeou para o cargo.
  2. Informa a Câmara dos Deputados que João Úrsulo assumiu como suplente em 14 de outubro de 1954 e manteve-se no parlamento até o início da nova legislatura, onde exerceu mandato efetivo e depois foi reeleito.
  3. Numa imbricada rede de parentesco, João Úrsulo é também cunhado de Odilon Coutinho, pois este casou-se com Solange Veloso Borges, outra filha de Virgínio Veloso Borges, antigo senador pela Paraíba.

Referências

  1. a b c d «Biografia de João Úrsulo no CPDOC/FGV». Consultado em 28 de outubro de 2019 
  2. «Câmara dos Deputados do Brasil: deputado João Úrsulo». Consultado em 22 de outubro de 2019 
  3. «Banco de dados do Tribunal Superior Eleitoral». Consultado em 28 de outubro de 2019 
  4. «BRASIL. Presidência da República: Constituição de 1946». Consultado em 28 de outubro de 2019 
  5. «Banco de dados do Tribunal Regional da Paraíba». Consultado em 28 de outubro de 2019 
  6. «Câmara dos Deputados do Brasil: deputado Odilon Ribeiro Coutinho». Consultado em 28 de outubro de 2019 
  7. «Câmara dos Deputados do Brasil: deputado Renato Ribeiro Coutinho». Consultado em 28 de outubro de 2019 
  8. «Câmara dos Deputados do Brasil: deputado Flaviano Ribeiro Coutinho». Consultado em 28 de outubro de 2019