Abrir menu principal
João Abraão
Deputado estadual de Goiás
Período 1963-1965
Senador por Goiás
Período 1965-1969
Antecessor Juscelino Kubitschek
Sucessor Emival Caiado
Dados pessoais
Nascimento 16 de fevereiro de 1907
Araguari, MG
Morte 1 de janeiro de 1993 (85 anos)
não informado
Cônjuge Geni Isaac Abraão
Partido PSD, MDB
Profissão proprietário rural, comerciante, industrial

João Abraão Sobrinho (Araguari, 16 de fevereiro de 1907 – local não informado, 1º de janeiro de 1993) foi um proprietário rural, comerciante, industrial e político brasileiro que exerceu dois mandatos de senador por Goiás.

BiografiaEditar

Filho de Moisés Abraão e Julia Issy Abraão. Estreou na política pelo PSD ao eleger-se deputado estadual em 1962[1] chegando a líder do governo Mauro Borges. Após a cassação dos direitos políticos e do mandato de senador que o ex-presidente Juscelino Kubitschek exercia pelo estado de Goiás desde 1961[2] foi eleito para ocupar a vaga em 1965[3] e filiou-se ao MDB após a outorga do bipartidarismo.[4] Como vice-líder de sua bancada contestou em pleno Congresso Nacional a eleição indireta do General Artur da Costa e Silva para presidente da República[5] e saudou Juscelino Kubitschek de viva voz, fato que provocou a intervenção do deputado federal Paulo Sarasate e a suspensão da sessão até que pudesse concluir sua fala. Reeleito em 1966 teve o mandato cassado e os direitos políticos suspensos em 16 de janeiro de 1969 com base no Ato Institucional Número Cinco.[6]

Eleição para o SenadoEditar

Eleito senador por Goiás em 1958, o médico Taciano Melo renunciou ao mandato nos últimos dias do governo Juscelino Kubitschek em troca de uma cadeira no Tribunal de Contas do Distrito Federal e como o suplente também abdicou foram convocadas eleições ainda em 1961 nas quais JK foi eleito exercendo o mandato até ser cassado pelos militares em 1964. Desse modo a representação goiana ficou desfalcada até a eleição de João Abraão no ano seguinte.

Referências

  1. «Assembleia Legislativa de Goiás, legislatura 1963-1967: João Abraão». Consultado em 24 de outubro de 2011 
  2. Juscelino Kubitschek foi cassado em 8 de junho de 1964. (Almanaque Abril, 1986, p. 110)
  3. Tomou posse em 9 de novembro de 1965.
  4. «Página oficial do Senado Federal: João Abraão». Consultado em 24 de outubro de 2011 
  5. «Agência Senado: Oposição à eleição de Costa e Silva provocou cassação de João Abraão». Consultado em 4 de novembro de 2013 
  6. Cassados 39; Aposentados 4 (online). Folha de S. Paulo, 17/01/1969. Página visitada em 24 de outubro de 2011.