João Frederico do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein

João Frederico do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein (em alemão: Johann Friedrich; 23 de agosto de 1587 - 19 de outubro de 1644) foi um nobre alemão membro do ramo Palatino[nota 1] da Casa de Wittelsbach.

João Frederico
Conde do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein
Consorte Sofia Inês de Hesse-Darmstadt
Nascimento 23 de agosto de 1587
  Neuburgo, Alemanha
Morte 19 de julho de 1644 (57 anos)
  Hilpoltstein, Alemanha
Pai Filipe Luís do Palatinado-Neuburgo
Mãe Ana de Cleves
Filho(s) Ana Luísa do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein
Maria Madalena do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein
Filipe Luís do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein
Frederico do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein
Filha natimorta
Maria Leonor do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein
Joana Sofia do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein
Joana Sofia do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein
Ana Madalena do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein

Na partição dos estados, ocorrida após a morte do pai, foi-lhe atribuído o Ducado do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein que governou desde 1614 até à morte.

FamíliaEditar

João Frederico era o filho mais novo do conde Filipe Luís do Palatinado-Neuburgo e da duquesa Ana de Cleves. Os seus avós paternos eram o conde Wolfgang do Palatinado-Zweibrücken e a marquesa Ana de Hesse. Os seus avós maternos eram o duque Guilherme de Jülich-Cleves-Berg e a arquiduquesa Maria da Áustria.

VidaEditar

Após a morte do seu pai em 1614, os territórios deste foram divididos entre João e os seus irmãos, tendo ele recebido o estado de Hilpoltstein.

O seu irmão mais velho, Wolfgang Guilherme, duque do Palatinado-Neuburgo, convertera-se ao Catolicismo e seguiu uma política de recatolicização nos seus estados (quer em Neuburgo quer em Julich e Berg). Além disso, não respeitou a promessa de salvaguardar a situação da população luterana, mesmo no Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein confiado a João Frederico, que permanecera luterano.

Casamento e descendênciaEditar

João Frederico casou-se no dia 7 ou 17 de novembro de 1624 com a condessa Sofia Inês de Hesse-Darmstadt. O casal teve oito filhos, mas nenhum deles sobreviveu aos primeiros anos de vida:

  • Ana Luísa do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein (11 de outubro de 1626 - 13 ou 23 de fevereiro de 1627), morreu aos quatro meses de idade.
  • Maria Madalena do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein (27 de fevereiro de 1628 - 17 de junho de 1629), morreu aos quinze meses de idade.
  • Filipe Luís do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein (26 de fevereiro de 1629 - 8 de setembro de 1632), morreu aos seis meses de idade.
  • Frederico do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein (25 de março de 1630 - 22 de maio de 1630), morreu com quase dois meses de idade.
  • Filha natimorta (nascida e morta a 22 de abril de 1631)
  • Maria Leonor do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein (28 de março de 1632 - 23 de novembro de 1632), morreu com quase nove meses de idade.
  • Joana Sofia do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein (2 de setembro de 1635 - 19 de agosto de 1636), morreu aos onze meses de idade.
  • Ana Madalena do Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein (23 de fevereiro de 1638 - 5 de março de 1638), morreu com poucos dias de idade.

Notas

  1. linhagem de Neuburgo

BibliografiaEditar

Precedido por:
Filipe Luís do Palatinado-Neuburgo
(desmembrado do Palatinado-Neuburgo)
Duque do
Palatinado-Sulzbach-Hilpoltstein

1614 – 1644
Sucedido por:
Cristiano Augusto do Palatinado-Sulzbach
(reincorporado no Palatinado-Sulzbach)