João Henrique Campos

Político brasileiro
Disambig grey.svg Nota: Para o deputado federal por Goiás, veja João Campos de Araújo. Para outros significados, veja João Campos.
João Henrique Campos
47.º Prefeito do Recife
Período 1º de janeiro de 2021
até atualidade
Vice-prefeita Isabella de Roldão
Antecessor Geraldo Júlio
Deputado federal por Pernambuco
Período 1 de fevereiro de 2019
1º de janeiro de 2021
Dados pessoais
Nome completo João Henrique de Andrade Lima Campos
Nascimento 26 de novembro de 1993 (27 anos)
Recife, Pernambuco
Nacionalidade brasileiro
Alma mater Universidade Federal de Pernambuco
Partido PSB (2013-presente)
Profissão engenheiro civil

João Henrique de Andrade Lima Campos (Recife, 26 de novembro de 1993) é um engenheiro, político brasileiro[1] e o atual prefeito do Recife após a vitória nas eleições de 2020. Em 2018, foi eleito deputado federal por Pernambuco pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), sendo o mais votado do Estado com 460.387 votos. É também o vice-presidente nacional de Relações Federativas[2] do PSB.

Vida pessoal e famíliaEditar

O início de sua carreira política é dedicado ao seu estado natal, onde os ex-governadores Miguel Arraes (seu bisavô) e Eduardo Campos (seu pai) construíram vida pública. João formou-se em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 2016, tendo iniciado o curso com apenas 17 anos — ele foi aprovado na graduação, ainda no segundo ano do Ensino Médio[3].

Seu pai, formado em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)[4], foi governador de Pernambuco durante os anos de 2007 a 2014, além de ter exercido o cargo de ministro da Ciência e Tecnologia do Brasil, de 2004 a 2005, durante o mandato do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva[5]. Na sua trajetória política, Eduardo também atuou como secretário estadual da Fazenda (1996-1998)[6], deputado estadual de Pernambuco (1991 a 1995) e deputado federal por Pernambuco (1995 a 2007).[7] Em 2010, de acordo com pesquisa do Datafolha, Eduardo foi avaliado o governador com maior taxa de aprovação do País. Em outubro do mesmo ano, já havia sido reeleito com o maior percentual de votos válidos do Brasil.[8]

Já sua mãe, também economista formada pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), é concursada como auditora do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), cargo que tomou posse em dezembro de 1991. Ela foi também coordenadora do programa Mãe Coruja durante o tempo que exerceu no Executivo, ao lado do marido.[9]

João é neto de Ana Arraes, ministra do Tribunal de Contas da União desde o ano de 2011 e ex-deputada federal pelo estado de Pernambuco durante os anos de 2007 a 2011.[10]

Seu bisavô Miguel Arraes (1916-2005) foi eleito governador de Pernambuco por três vezes (1962-1964/1987-1990/1995-1998)[11]. Também dedicou-se à vida pública nos cargos de deputado federal por Pernambuco (1983 a 1987, 1991 a 1994, 2003 a 2005), deputado estadual de Pernambuco (1951 a 1959) e prefeito do Recife, de 1960 a 1962.[12]

É penta-neto de Domingos de Sousa Leão, o segundo barão de Vila Bela.

Vida políticaEditar

Em 2014, João Campos foi eleito secretário de Organização Estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB). No cargo, durante o ano de 2015, ele percorreu o interior de Pernambuco, participando e coordenando encontros do partido.[13]

Em 18 de fevereiro de 2016, João Campos assumiu o cargo de chefe de Gabinete[14] do Governo de Pernambuco, durante o mandato de Paulo Câmara. Seu pai, Eduardo Campos, iniciou o legado político no mesmo cargo, 31 anos antes, em 1987, quando tinha também 22 anos. Lá, ele foi responsável pela agenda de atividades administrativas do Governo, assim como a articulação de eventos e participação em núcleos de gestão.[15]

Em março de 2018, ele foi eleito vice-presidente nacional de Relações Federativas no XIV Congresso Nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB).[16]

No mesmo ano, João tentou pela primeira vez sua corrida para uma vaga na Câmara Federal e obteve 460.637 votos, sendo o candidato mais votado da história de Pernambuco. Antes dele, o título foi da avó, Ana Arraes (em 2010, com 387 mil votos), e do bisavô, Miguel Arraes (em 1990, com 340 mil votos).[17]

Em 2020, candidatou-se à prefeitura do Recife.[18][19] Foi eleito no segundo turno, obtendo 56% dos votos válidos e vencendo a prima Marília Arraes.[20]

GenealogiaEditar

  • Os antepassados de João Henrique de Andrade Lima Campos
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fernando Ribeiro Carneiro Campos
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Maximiano Accioly Campos
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Maria do Carmo Accioly
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Eduardo Campos
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Miguel Arraes de Alencar
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ana Lúcia Arraes de Alencar
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Célia de Sousa Leão
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
João Henrique Campos
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Hisbello de Andrade Lima
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Cyro de Andrade Lima
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Lucilla Barbosa da Silva
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Renata de Andrade Lima
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Rejane Coelho de Andrade Lima
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Referências

  1. «João Campos». Gazeta do Povo. Consultado em 8 de outubro de 2018 
  2. «Por unanimidade, PSB elege novo Diretório e Executiva Nacional». Folha - PE. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  3. «Colégio Damas - Aluno do 2º ano aprovado na UFPE». colegiodamas.com.br. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  4. «Eduardo Campos - Biografia, últimas notícias e fotos - iG». Último Segundo. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  5. «Eduardo Campos deixa o ministério amanhã». Terra. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  6. «Conheça a trajetória de Eduardo Campos». jconline.ne10.uol.com.br. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  7. «Eduardo Campos 40». Eleições 2014. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  8. «Eduardo Campos é o governador mais bem avaliado do país, diz Datafolha». Folha de S. Paulo. 24 de dezembro de 2010. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  9. «Renata Campos volta a trabalhar no TCE». jconline.ne10.uol.com.br. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  10. União, Tribunal de Contas da. «Ministra Ana Arraes | Portal TCU». portal.tcu.gov.br. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  11. «Folha Online - Brasil - Miguel Arraes governou Pernambuco três vezes - 13/08/2005». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  12. «Miguel Arraes». Memórias da ditadura. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  13. «Filho de Eduardo Campos ganha cargo no governo de Pernambuco - 17/02/2016 - Poder». Folha de S.Paulo. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  14. «Filho de Campos será chefe de gabinete do governador de Pernambuco - Política». Estadão. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  15. «Gabinete do Governador». www.pe.gov.br. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  16. «Por unanimidade, PSB elege novo Diretório e Executiva Nacional». Folha - PE. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  17. «João Campos tem recorde de votos». Diário de Pernambuco. 8 de outubro de 2018. Consultado em 8 de outubro de 2018 
  18. «João Campos (PSB): candidato a prefeito do Recife | Eleições 2020». Gazeta do Povo. Consultado em 29 de outubro de 2020 
  19. «Sobre a Prefeitura do Recife | Prefeitura do Recife». www2.recife.pe.gov.br. Consultado em 30 de novembro de 2020 
  20. «Aos 27 anos, João Campos, do PSB, é eleito o prefeito mais jovem do Recife». G1. 29 de novembro de 2020 

Ligações externasEditar

Precedido por
Geraldo Júlio
Prefeito do Recife
2021presente
Sucedido por