Abrir menu principal
João Manuel de Ataíde
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo de Lisboa

Título

Vice-rei de Portugal
9.º Conde de Arganil
Ordenação e nomeação
Ordenação episcopal 1609
Nomeado arcebispo 1632
Brasão arquiepiscopal
ArchbishopPallium PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Lisboa
1570
Morte Lisboa
4 de julho de 1633 (63 anos)
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

João Manuel de Ataíde[1] (Lisboa, 1570 - Lisboa, 4 de julho de 1633[2]) foi um prelado português, arcebispo de Lisboa e Vice-rei de Portugal.

BiografiaEditar

Era o quinto filho de Nuno Manuel e de sua mulher D. Joana de Ataíde, filha de D. António de Ataíde, 1.º Conde da Castanheira, e irmão de Francisco Manuel de Ataíde, 1.º conde da Atalaia[2].

Doutorou-se em Teologia pela Faculdade de Teologia da Universidade de Coimbra, sendo logo após nomeado cónego da Sé de Lisboa[2]. Depois, foi nomeado esmoler-mor de Dom Filipe II quando, em 1609, foi convidado a ser Bispo de Viseu[2], tomando posse da Diocese em 25 de abril de 1610[2]. Depois de vago a cadeira de Bispo da Guarda em 1615, foi convidado a exercer aquela prelazia, mas recusou. Em 1625, foi transferido para a Diocese de Coimbra, tornando-se assim o 9.º Conde de Arganil de juro e herdade, título dado aos bispos de Coimbra, dando entrada episcopal em 26 de maio[2].

Em 1632, foi nomeado arcebispo de Lisboa, tendo seu nome confirmado em 1633 pelo Papa Urbano VIII[2]. Dom Filipe III o nomeou Vice-rei de Portugal em 26 de março de 1633, sendo sua posse como tal em 12 de maio.[2] De acordo com as ordens do rei, não poderia fazer qualquer visita e para as visitas eclesiásticas, deveria estar acompanhado de oficiais-móres[2]. Por essas ordens, deu entrada na Arquidiocese de Lisboa por procuração, sendo seu procurador Dom Gaspar do Rêgo[2]. Não chegou a receber o pálio, pois faleceu em 4 de julho de 1633.

Ligações externasEditar

Referências