João Maria de Varano

João Maria de Varano (em italiano: Giovanni Maria da Varano; Camerino, 1481 – Camerino, 19 de agosto de 1527) foi um nobre e político italiano do período da Renascença, que governou o Camerino, primeiro como Senhor (1504-1515) e depois como Duque (1515-1527).

João Maria de Varano
Senhor e Duque de Camerino
Senhor de Camerino
1504-1515
Antecessor(a) César Borgia
Sucessor(a) elevado a Ducado
Duque de Camerino
1515-1527
Predecessor novo título
Sucessor Júlia de Varano
 
Catarina Cybo
Descendência Júlia de Varano
Casa Varano
Nome completo Giovanni Maria da Varano
Nascimento 1481
  Camerino, Ducado de Camerino
Morte 19 de agosto de 1527 (46 anos)
  Camerino, Ducado de Camerino
Enterro Mosteiro de Santa Chiara, Urbino
Pai João Maria de Varano
Mãe Elisabeta Malatesta
Brasão

BiografiaEditar

João Maria era filho de Júlio César de Varano (Giulio Cesare da Varano), morto em 1502 junto com os filhos de César Bórgia pelas mãos do assassino Michelotto Corella. Bórgia apoderara-se de Camerino e, em 1502, e pai de João Maria conseguira-o salvar, enviando-o a Veneza, juntamente com a mãe Elisabeta Malatesta e com a sua irmã mais velha, a irmã Camila Batista de Varano, que levaram também as joias de família. [1] Pela morte do Papa Alexandre VI, em 1503, os Varano recuperaram a posse dos seus feudos e João Maria regressa a Camerino sendo aclamado no senhorio, com consentimento do novo Papa Júlio II. [2] Os avós maternos de João Maria eram Sigismundo Pandolfo Malatesta, Senhor de Rimini, e Polissena Sforza.

A 30 de maio de 1515, João Maria foi solenemente coroado no Templo dell'Annunziata[3] como primeiro duque de Camerino, após a investidura concedida pelo Papa Leão X. Reforçou a Rocca Borgesca[4] construído por Valentino e ampliou o Palácio Ducal. Aqui ele organizou, junto com sua esposa, uma corte principesca, aumentando o prestígio da família. Era hábito hospedar-se na residência de verão do castelo de Ajello e na rocca Varano. [5]

Casamento e descendênciaEditar

João Maria casou em 1520 com Catarina Cybo (1501-1557), filha de Franceschetto Cybo (filho natural do Papa Inocêncio VIII) e de Madalena de Médici[6]. Deste casamento nasceu apenas uma filha:

Teve também três filhos bastardos:

  • Rodolfo, militar;
  • Júlio César (Giulio Cesare), religioso;
  • Cornelia, que casou com Giulio Montevecchio di Fano.

SucessãoEditar

O matrimónio da sua filha herdeira foi preparado pela duquesa mãe, na qualidade de regente de Camerino, na sequência da morte, com peste, do consorte, ocorrida em 1527, ligado os dois ducado e Camerino e Urbino. O domínio do ducado foi objeto de negociação entre Júlia, o seu primo do ramo de Ferrara, Hércules de Varano, e o seu meio-irmão Rodolfo. Mas Júlia vem a falecer, com a idade de 24 anos, em 1547, sendo as suas terras cedidas, em 1539 ao duque de Parma, Octávio Farnésio, e, depois, incorporadas nos Estados Pontifícios.[7][8]

ReferênciasEditar

  1. Pompeu Litta, Famílias famosas da Itália - Varano da Camerino, 1835, Turim
  2. I volti di una dinastia, em português: "O Regresso de uma dinastia"
  3. construído por Júlio César para sepultar os membros da dinastia
  4. a Rocca corresponde a um forte no topo de uma colina
  5. Medici
  6. filha de Lourenço de Médici, o Magnífico, irmã do Papa Leão X e prima do Papa Clemente VII
  7. Miscellanea di storia italiana, Volume 5, p. 750.
  8. Milziade Santoni, Ortensio Vitalini, Della zecca e delle monete di Camerino: studi, pp. 36-37.

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

  • Maria Teresa Guerra Medici, I Varano di Camerino, Università degli Studi di Camerino, 2002
  • Federico Motta, I volti di una dinastia. I da Varano di Camerino, Milão, 2001


João Maria de Varano
Nascimento: 1481 Morte: 19 de agosto 1527

Precedido por
César Bórgia
 
Senhor de Camerino

1504 - 1515
Sucedido por
elevado a Ducado
Precedido por
novo título
Duque de Camerino
1515 - 1527
Sucedido por
Júlia de Varano