Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

João Pedro Ramos Borges Sousa (Luanda, Angola, 4 de agosto de 1971), é um treinador e ex-jogador de futebol português, atualmente a treinar o Famalicão.

João Pedro Sousa
Informações pessoais
Nome completo João Pedro Ramos Borges Sousa
Data de nasc. 4 de agosto de 1971 (48 anos)
Local de nasc. Angola Luanda, Angola
Informações profissionais
Equipa atual Portugal FC Famalicão
Função Treinador
(Ex-Avançado)
Clubes de juventude
1984-1986
1986-1988
1988-1990
Portugal Braga (S15)
Portugal Braga (S17)
Portugal Braga (S19)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1990-1991
1991-1993
1993-1995
1995-1997
1997-1998
1998-2001
2001-2003
Portugal Arsenal Braga
Portugal Braga
Portugal Chaves
Portugal Rio Ave
Portugal Vila Real
Portugal Trofense
Portugal Taipas
000 000(0)
0017 00(1)
0033 00(4)
0026 00(1)
003 000(0)
0019 00(0)
000 000(0)
Times/Equipas que treinou
2006–2009
2009–2010
2010–2012
2012–2014
2014–2015
2015–2016
2016-2017
2017–2018
2018-2019
2019–
Portugal Academia Lacatoni
Portugal Famalicão (adjunto)
Portugal Braga (S19)
Portugal Estoril (adjunto)
Portugal Sporting (adjunto)
Grécia Olympiacos (adjunto)
Inglaterra Hull City (adjunto)
Inglaterra Watford (adjunto)
Inglaterra Everton (adjunto)
Portugal Famalicão

BiografiaEditar

Como praticante de futebol teve uma carreira modesta, tendo alinhado nas camadas jovens do Braga e iniciado a carreira de sénior no Arsenal da Devesa de Braga. Com passagens pela Primeira Liga, por clubes como o Braga, Chaves ou Rio Ave, João Pedro Sousa pendura as botas em 2003 ao serviço dos Caçadores das Taipas, de Guimarães. [1]

Enquanto treinador adjunto acompanhou o português Marco Silva desde a sua chegada ao Estoril em 2012 por clubes como o Sporting, Olympiacos, Hull City, Watford e Everton.

Em 2019 inicia a sua carreira a solo ao abraçar o projeto do FC Famalicão no seu regresso ao principal escalão do futebol português, após 25 anos. [2]


Referências