Abrir menu principal
Barros Cassal
Barros Cassal
Governador do  Rio Grande do Sul
Dados pessoais
Nascimento 2 de fevereiro de 1858
Alegrete
Morte 19 de outubro de 1903 (45 anos)
Nioaque
Partido PRR
Profissão Jornalista

João de Barros Cassal (Alegrete, 2 de fevereiro de 1858Nioaque, 19 de outubro de 1903) foi um político e jornalista brasileiro.

Líder republicano, foi candidato à Câmara dos Deputados 1888 pelo Partido Republicano Riograndense, que não elegeu nenhum representante.

Após a Proclamação da República foi nomeado chefe de polícia do Rio Grande do Sul e diretor do jornal A Federação. Nas manifestações de 13 de maio de 1890, na rua dos Andradas em Porto Alegre, foi ferido por uma descarga de infantaria.

Foi chefe de polícia do Rio Grande do Sul, de 16 de novembro de 1889 a 9 de janeiro de 1890, e de 31 de dezembro de 1891 a 2 de março de 1892.[1]

Participou do governo do estado como membro da junta governativa gaúcha de 1891. Durante a Revolução Federalista, desiludido pela violência, transferiu-se para o Mato Grosso onde faleceu.

Referências

  1. «A polícia no Brasil - A história da Polícia Civil gaúcha. Acadepol - Museu.» (PDF). Consultado em 17 de abril de 2011. Arquivado do original (PDF) em 2 de abril de 2015 


Precedido por
Júlio Prates de Castilhos
Junta governativa gaúcha de 1891
1891
Sucedido por
José Antônio Correia da Câmara


  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.