Abrir menu principal

Joaquim Augusto Tomé dos Santos ComCOAGOA (Porto, Vitória, 7 de Dezembro de 1867 - Lisboa, São Sebastião da Pedreira, 10 de Janeiro de 1954) foi um militar e administrador colonial português.

Índice

FamíliaEditar

Filho natural de Joaquim Tomé dos Santos, Cirurgião Ajudante do Regimento de Caçadores N.º 9, e de Angélica Monteiro, e neto paterno de Manuel Tomé dos Santos e de sua mulher Maria Joaquina de Jesus.[1]

BiografiaEditar

Alferes da Guarda Policial de Macau na altura do seu primeiro casamento e Alferes do Quadro Oriental do ultramar na altura do seu segundo casamento, que progrediu na carreira militar e passou à reforma no posto de Coronel, foi Governador Interino de Macau por duas vezes (17 de Julho de 1919 a 23 de Agosto de 1919 e 16 de Julho de 1924 a 18 de Outubro de 1925) e era Comandante Militar de Macau quando se deram os graves distúrbios de 1922[2].[3]

Condecorações[4][5]Editar

Casamentos e descendênciaEditar

Casou pela primeira vez em Macau, São Lourenço, a 2 de Outubro de 1890 com Zelinda Bárbara da Silva (Macau, , 7 de Novembro de 1863 - ?), sem geração. Depois de casar, foram para Timor, onde ele fora colocado. No regresso a Macau, ela faleceu a bordo, dum ataque de coração, provocado pelo susto dum pequeno incêndio que deflagrou no navio, sendo o seu corpo lançado ao mar.[6]

Casou pela segunda vez em Macau, São Lourenço, a 16 de Fevereiro de 1895 com Augusta Maria Juliana Álvares (Macau, Sé, 20 de Dezembro de 1866 - Lisboa, São Sebastião da Pedreira, 3 de Fevereiro de 1950), filha de João Jacques Floriano Álvares e de sua mulher Ana Maria Brandão Gomes, de quem teve um filho e uma filha[7]:

  • Flávio José Álvares dos Santos (Macau, Sé, 10 de Dezembro de 1895 - Lisboa, São Sebastião da Pedreira, 23 de Junho de 1977)
  • Angelina Maria Álvares dos Santos (Macau, Sé, 11 de Fevereiro de 1900 - ?)

Referências

  1. "Famílias Macaenses", Jorge Eduardo de Abreu Pamplona Forjaz, Fundação Oriente, 1.ª Edição, 1996, Volume I A-F, p. 153
  2. "Os Militares em Macau", Padre Manuel Teixeira, p. 443
  3. "Famílias Macaenses", Jorge Eduardo de Abreu Pamplona Forjaz, Fundação Oriente, 1.ª Edição, 1996, Volume I A-F, p. 153 e Volume III R-Y, p. 671
  4. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Joaquim Augusto Tomé dos Santos". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 6 de abril de 2015 
  5. "Famílias Macaenses", Jorge Eduardo de Abreu Pamplona Forjaz, Fundação Oriente, 1.ª Edição, 1996, Volume I A-F, p. 153
  6. "Famílias Macaenses", Jorge Eduardo de Abreu Pamplona Forjaz, Fundação Oriente, 1.ª Edição, 1996, Volume I A-F, p. 153 e ss e Volume III R-Y, p. 671
  7. "Famílias Macaenses", Jorge Eduardo de Abreu Pamplona Forjaz, Fundação Oriente, 1.ª Edição, 1996, Volume I A-F, p. 153 e ss e Volume III R-Y, p. 671
  Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.