Jody Williams

Jody Williams (Brattleboro, 9 de Outubro de 1950) é uma professora de línguas e ativista estadunidense.

Jody Williams
Jody Williams, em 2005
Nascimento 9 de outubro de 1950 (71 anos)
Brattleboro
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Ocupação Línguas
Prêmios Nobel prize medal.svg Nobel da Paz (1997)

Foi premiada com o Nobel da Paz em 1997, dividido com a Campanha Internacional para a Eliminação de Minas (ICBL), pelo seu trabalho em prol da proibição do uso de minas anti-pessoais e sua remoção.

Desde 2003 ocupa a posição de professora na Universidade de Houston.

PublicaçõesEditar

O trabalho de Williams inclui artigos para revistas e jornais como, por exemplo, o Wall Street Journal, International Herald Tribune, The Independent (Reino Unido), The Irish Times, The Toronto Globe and Mail, The LA Times, La Jornada (México), The Review of the Cruz Vermelha Internacional, Jornal de Política e Sociedade da Universidade de Columbia).

Ela adicionou vários capítulos a vários livros:

  • The Personal Philosophies of Remarkable Men and Women,[1] editado por Jay Allison e Dan Gediman;
  • A Memory, A Monologue, A Rant, and A Prayer[2]
  • Lessons from our Fathers, by Keith McDermott
  • Girls Like Us: 40 Extraordinary Women Celebrate Girlhood in Story, Poetry and Song, de Gina Misiroglu;
  • The Way We Will be 50 Years from Today: 60 of the World's Greatest Minds Share Their Visions of the Next Half-Century[3]
  • Williams foi coautar de um livro seminal sobre a crise das minas terrestres em 1995, After the Guns Fall Silent: The Enduring Legacy of Landmines.[4]
  • Seu livro, lançado no final de março de 2008, Banning Landmines: Disarmament, Citizen Diplomacy and Human Security[5] analisa o Tratado de Banimento das Minas Terrestres e seu impacto em outros trabalhos relacionados à segurança humana.
  • Em março de 2013, seu livro de memórias, My Name Is Jody Williams: A Vermont Girl's Winding Path to the Nobel Peace Prize[6] foi lançado.

ReferênciasEditar

  1. Allison, Jay; Gediman, Dan (3 de outubro de 2006). This I Believe: The Personal Philosophies of Remarkable Men and Women (em inglês). [S.l.]: Henry Holt and Company. ISBN 978-1-4299-1845-9 
  2. «A Memory, a Monologue, a Rant, and a Prayer». Harvard Graduate School of Education (em inglês). Consultado em 23 de maio de 2020 
  3. Times, The New York (26 de junho de 2019). «The 50 Best Memoirs of the Past 50 Years». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 23 de maio de 2020 
  4. Cornish, Paul (1 de outubro de 1996). «After the guns fall silent: the enduring legacy of landmines». International Affairs (em inglês). 72 (4). 801 páginas. ISSN 0020-5850. JSTOR 2624144. doi:10.2307/2624144 
  5. Banning Landmines: Disarmament, Citizen Diplomacy, and Human Security (em inglês). [S.l.: s.n.] 
  6. My Name Is Jody Williams (em inglês). [S.l.: s.n.] 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Jody Williams


Precedido por
Carlos Filipe Ximenes Belo e José Ramos-Horta
Nobel da Paz
1997
com Campanha Internacional para a Eliminação de Minas
Sucedido por
John Hume e David Trimble


  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.