Abrir menu principal
Joel (profeta)
Gloriole.svg Portal dos Santos

Joel ( /ˈəl/; em hebraico: יוֹאֵל Yōw'êl; em siríaco: ܝܘܐܝܠ Yu il) foi um profeta do antigo Israel, o segundo dos doze profetas menores e o autor do Livro de Joel. Ele é mencionado pelo nome apenas uma vez na Bíblia hebraica, na introdução de seu próprio livro, como o filho de Petuel. O nome de Joel combina o nome da aliança de Deus, YHWH (ou Javé), e El (Deus), e tem sido traduzido como "aquele para quem YHWH é Deus", isto é, um adorador de YHWH.[1]

As datas de sua vida são desconhecidos; ele pode ter vivido em qualquer lugar a partir do século 9 A.C. ao século 5 A.C., dependendo do namoro de seu livro. A menção, no livro, dos Gregos[2] não auxiliado os estudiosos de alguma forma na datação do texto, desde que os Gregos tornaram-se conhecidos por terem tido acesso a Judá em eras micênicos (c. 1600-1100 A.C.).[3] Porém, a menção, no livro, do Sofrimento de Judá[4] e no templo construído[5]  tem levado alguns estudiosos a datar o livro na era pós-exílica, após a construção do Segundo Templo. Joel era originalmente de Judá (Judeia), e, a julgar por seu destaque em sua profecia, foi possivelmente um profeta associado com o ritual de Salomão, ou até mesmo o Segundo templo.[6]

De acordo com uma longa tradição, Joel foi enterrado em Gush Halav.[7]

Índice

No CristianismoEditar

No calendário litúrgico da Igreja Ortodoxa, seu dia de festa é dia 19 de outubro. No martirológio romano, o profeta é comemorado em 13 de julho.[8] Ele é comemorado com outros profetas Menores no calendário dos santos da Igreja Apostólica armênia, em 31 de julho.

A declaração de Joel "derramarei o meu espírito sobre toda a carne; e os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões" foi aplicado por Pedro Apóstolo em seu sermão no dia de Pentecostes para os eventos daquele dia. Desde então, outras figuras religiosas têm interpretado as palavras como tendo um significado especial para seu próprio tempo.

De acordo com o hinos da Igreja Ortodoxa Oriental, o antigo hinógrafo Anatolius liga a profecia de Joel ao nascimento de Jesus Cristo. Em Joel 2:30, ele diz que o sangue refere-se à Encarnação de Jesus Cristo, o fogo, à Divindade de Cristo, e as colunas de fumaça ao Espírito Santo.[9]

Na Fé Baha'iEditar

Joel é considerado um profeta menor na Fé baha'i.[10] No Kitab-i-Iqan, Baha'ullah afirma que as profecias por profetas menores, tais como Joel são meramente simbólicas, e não devem ser entendida literalmente.[11] Ainda assim, a tradição da veneração de Joel (ou Joelle), o peregrino é observada por uma minoria de seguidores Baha'i no Líbano, no dia 23 de Maio de cada ano, sob o título de "festa de Joel peregrino (al hajj)".

ReferênciasEditar

  1. «Commentary by A. R. Faussett». Jfb.biblecommenter.com. Consultado em 9 de maio de 2018. Arquivado do original em 26 de abril de 2009 
  2. Joel 3:6 in chapter divisions of English bibles, 4:6 in the Hebrew Bible
  3. A-Z of Prophets in Islam and Judaism, B. M. Wheeler, Joel
  4. Joel 3:19; 4:19 in the Hebrew Bible
  5. Joel 1:14
  6. Leslie C. Allen, The Books of Joel, Obadiah, Jonah and Micah (Grand Rapids: Eerdmans, 1976), p.31
  7. «Gush HaLav». Jewishvirtuallibrary.org 
  8. «Roman Martyrology July, in English». Boston-catholic-journal.com 
  9. «Prophet Joel». oca.org 
  10. Revisioning the Sacred: New Perspectives on a Bahái̓́ Theology – Volume 8 – Page 32, J. A. McLean – 1997
  11. Bahá'u'lláh and the New Era: An Introduction to the Bahá'í Faith – Page 251, J. E. Esslemont – 2006

Ligações externasEditar