Joel Camargo

futebolista brasileiro

Joel Camargo (Santos, 18 de setembro de 1946Santos, 23 de maio de 2014) foi um futebolista brasileiro.[1]

Joel Camargo
Joel Camargo
Joel Camargo na Copa do Mundo FIFA de 1970.
Informações pessoais
Nome completo Joel Camargo
Data de nasc. 18 de setembro de 1946
Local de nasc. Santos, São Paulo, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Falecido em 23 de maio de 2014 (67 anos)
Local da morte Santos, São Paulo, Brasil
Altura 183 cm
Informações profissionais
Posição Zagueiro
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1963
1963–1971
1971–1972
1973
Portuguesa Santista
Santos
Paris Saint-Germain
Saad
 
 
02 (0)
 
Seleção nacional
1964–1970 Brasil 28 (0)

Carreira como jogadorEditar

Ele chegou ao Santos aos 18 anos e tinha o apelido de "Açucareiro" por causa do hábito de abrir os braços ao correr em campo, de forma elegante. No fim da década de 60, o zagueiro era titular da seleção brasileira e reserva no Santos, bancado pelo técnico João Saldanha, um admirador de seu futebol. Já sob o comando de Zagallo, foi convocado para a Copa do Mundo de 1970, mas não entrou em nenhuma partida. No dia 22 de novembro do mesmo ano, sofreu um grave acidente automobilístico e ficou seis meses internado em um hospital. As duas mulheres que o acompanhavam faleceram e ele foi condenado a um ano e oito meses de prisão por homicídio culposo, que cumpriu em liberdade.[2] O contrato com o Santos, porém, foi rescindido. Depois disso, atuou somente dois jogos pelo PSG antes de deixar o clube e encerrou a carreira do CRB com apenas 29 anos. Começou a beber e gastou todo o dinheiro que havia juntado e teve de vender até a medalha de campeão do mundo.[2] Passou a trabalhar no Porto de Santos, como estivador, até se aposentar aos 55 anos. Viveu uma vida simples e lutou contra o alcoolismo e a diabetes, que o obrigou a amputar um dedo do pé.[2] Foi um dos primeiros jogadores a lutar contra o racismo no Brasil.[3]

Clubes e seleçãoEditar

Seleção BrasileiraEditar

Joel Camargo foi zagueiro da Seleção Brasileira e participou da Copa do Mundo de 1970, atuando em 27 partidas entre 1964 e 1970, além de 10 jogos não-oficiais.

Títulos como jogadorEditar

Homenagem do SantosEditar

Joel Camargo foi homenageado pelo Santos no dia 11 de novembro de 2006, antes da partida do Campeonato Brasileiro entre Santos e Paraná Clube, por ser mais um jogador do clube que conquistou a Copa do Mundo de 1970. Após encerrar a carreira, ele trabalhou por mais de duas décadas no Porto de Santos.[3] Joel faleceu em 23 de maio de 2014, com 69 anos, de insuficiência renal.[4]

Referências

  1. https://blogdorafaelreis.blogosfera.uol.com.br/2017/08/09/1o-brasileiro-no-psg-perdeu-tudo-e-teve-de-vender-ate-medalha-da-copa-1970/
  2. a b c Pires, Breiller (4 de agosto de 2017). «Joel Camargo, os desenganos do primeiro brasileiro a jogar pelo PSG». EL PAÍS. Consultado em 29 de novembro de 2019 
  3. a b PIRES, Breiller. «Coração amargo». Revista Placar. Consultado em 9 de novembro de 2014 
  4. Bio FGV