Abrir menu principal

Os Jogos Asiáticos são um evento multiesportivo, que se celebram a cada quatro anos com a participação de esportistas de todos os países da Ásia. Semelhantes a eventos ocorridos em outros continentes, como os Jogos Pan-Americanos e os Jogos Pan-Africanos, reúnem esportes presentes no programa dos Jogos Olímpicos e outras modalidades tradicionais dos países asiáticos. A organização deste evento é feita pelo Conselho Olímpico da Ásia (sigla: OCA) com supervisão do Comitê Olímpico Internacional.

Jogos Asiáticos
Logo oficial dos Jogos
Edições

HistóriaEditar

 
Países-sede dos Jogos Asiáticos.

A origem dos Jogos Asiáticos está nos Jogos do Extremo Oriente, uma competição idealizada em 1912 e realizada pela primeira vez em 1913 para promover a cooperação entre três nações: Japão, Filipinas e China. Outros países, como Tailândia, Hong Kong e Malásia participaram de algumas edições do evento, realizado a cada dois anos até 1927. As duas edições que ocorreram depois, em 1930 e 1934, foram as últimas. Os Jogos deixaram de ser realizados em decorrência da Segunda Guerra Sino-Japonesa, que acabou como parte da Segunda Guerra Mundial.[1]

O processo descolonização dos países asiáticos, após o fim da Segunda Guerra Mundial em 1945, fez ressurgir a ideia de uma competição envolvendo as nações do continente.[2] Em 1948, durante a realização dos Jogos de Londres, o representante indiano do COI, Guru Dutt Sondhi, fez a proposta a dirigentes esportivos de outros países do continente e se iniciaram discussões para a organização dos Jogos Asiáticos. Decidiu-se, então, que a primeira edição seria realizada em 1951 na cidade de Délhi, na Índia, estando sob a regulamentação de um intervalo normalmente de quatro anos entre cada nova edição. Em 1962, a Indonésia (que sediava o evento) discordou sobre a participação da República Popular da China e de Israel, negando os vistos dos atletas destes países. Em 1974, a Coreia do Sul abdicou ao direito de sediar o evento que seria realizado em Seul, devido a supostas ameaças da Coreia do Norte com relação às questões relativas sobre segurança. A capital tailandesa, Banguecoque, se ofereceu como sede reserva. Em 1977 o Paquistão, alegando os mesmos motivos da Indonésia em outrora (mas desta vez com relação aos seus vizinhos Índia e Bangladesh), renunciou aos direitos de sediar o evento, que acabaram retornando à Banguecoque no último momento.[3]

Seguindo a estes incidentes, em 1981 foi criado o Conselho Olímpico da Ásia, com o objetivo de supervisionar a organização dos Jogos Asiáticos e substituir a estrutura anterior.[2] Entre suas decisões estiveram três destacadas, envolvendo a participação de diversos Comitês Olímpicos Nacionais, sendo que até então apenas nações soberanas poderiam participar do evento. Respeitando a Resolução de Nagoia assinada em 1979, foi dado a Taiwan o direito de participar devido a sua posição política, mas sob o nome de Taipé Chinesa (da mesma forma que acontece nas demais entidades esportivas internacionais). O Estado de Israel foi expulso da entidade, após os Jogos Asiáticos de 1986, segundo um pedido feito pelos países árabes. Com a reorganização do Comitê Olímpico Internacional em 1994, o país se tornou membro dos Comitês Olímpicos Nacionais da Europa. Paralelamente a este fato, seis países oriundos da antiga União Soviética foram inseridos na entidade (em tempo de participarem dos Jogos Asiáticos de 1994, sediados na cidade japonesa de Hiroshima).[4] Macau, por fim, se juntou ao Conselho Olímpico da Ásia em 1989 (mas não tem o seu Comitê Olímpico reconhecido pelo COI).

Em 2006, a Austrália fez a proposta de uma fusão entre o Conselho Olímpico da Ásia e os Comitês Olímpicos da Oceania. O primeiro rejeitou a proposta, ao entender que a fusão das entidades seria prejudicial para as nações asiáticas em desenvolvimento e para as pequenas nações da Oceania. Em 2014, foi anunciado que o processo de aproximação entre o Conselho Olímpico da Ásia e os Comitês Olímpicos Nacionais da Oceania havia começado e, com isso, a participação dos 17 representantes da Oceania nos Jogos Asiáticos Indoor e de Artes Marciais de 2017 havia sido autorizada.[5][6] Esta resolução foi debatida novamente em 2017, após a participação da Austrália e da Nova Zelândia nos Jogos Asiáticos de Inverno de 2017, como também a efetivação destes países a partir da edição de 2022 (ou então em 2026).[7] No entanto, o Comitê Olímpico Australiano anunciou que os países da Oceania terão permissão para inscrever um pequeno número de atletas nos Jogos de 2022, desde que as federações continentais destes esportes estejam vinculadas a Ásia (com o processo de classificação para os Jogos Olímpicos de Verão de 2024 pertinente a este continente), como é o caso do voleibol.[8]

O OCA, em 2009, tentou mudar a rotação dos Jogos Asiáticos, que eram até então realizados dois anos antes/depois dos Jogos Olímpicos. Após a realização dos Jogos Asiáticos de 2014 em Incheon (na Coreia do Sul), a próxima edição estaria marcada para 2019 mas, devido a problemas com a escolha da sede, o ciclo teve que ser mantido e eles foram antecipados para 2018. A edição subsequente seria realizada em 2023, algo que acabou não acontecendo.[9] Ficou estabelecida, na mesma resolução, o número fixo de esportes nos Jogos Asiáticos que, a partir da edição de 2014, totalizaram em 35 (os 28 olímpicos, somados aos 10 reconhecidos pelo Conselho Asiático, finalizando com os 7 opcionais escolhidos pelo Comitê Organizador do evento).[10] Durante a Olimpíada de Verão em 2016 houve a expansão do programa olímpico, com quatro dos cinco esportes adicionados pelo Comitê Olímpico Internacional sendo colocados no mesmo, ocasionando a expansão dos Jogos Asiáticos na edição de 2018 (para 465 finais em 40 esportes).[11] Com a adição destes esportes obrigatórios, o número de eventos opcionais diminuiu para três. Em adesão ao fato, a quantidade de desportos não presentes no programa olímpico também decaiu.[12]

Países participantesEditar

 
Nações participantes. Esta interpretação dos limites da Ásia inclui Azerbaijão, Armênia e Geórgia, além das partes asiáticas da Federação Russa e da Turquia.

Ao todo, 49 Comitês Olímpicos Nacionais participam ou já participaram dos Jogos Asiáticos:

            

EdiçõesEditar

Ano Cidade-sede Duração Países Atletas Eventos Maior medalhista
1951 (detalhes)  IND Déli[13] 4 - 11 de março 11 489 57   Japão
1954 (detalhes)  PHI Manila[14] 1 - 9 de maio 19 970 76   Japão
1958 (detalhes)  JPN Tóquio[15] 24 de maio - 1 de junho 16 1 820 97   Japão
1962 (detalhes)  INA Jacarta [16] 24 de agosto - 4 de setembro 12 1 460 88   Japão
1966 (detalhes)  THA Bangkok[17] 9 - 20 de dezembro 16 1 945 143   Japão
1970 (detalhes)  THA Bangkok[18] 24 de agosto - 4 de setembro 16 2 400 135   Japão
1974 (detalhes)  IRI Teerã[19] 1 - 16 de setembro 19 3 010 202   Japão
1978 (detalhes)  THA Bangkok[20] 9 - 20 de dezembro 19 3 842 201   Japão
1982 (detalhes)  IND Déli[21] 19 de novembro - 4 de dezembro 23 3 411 147   China
1986 (detalhes)  KOR Seul[22] 20 de setembro - 5 de outubro 28 4 839 270   China
1990 (detalhes)  CHN Pequim[23] 22 de setembro - 7 de outubro 36 6 122 310   China
1994 (detalhes)  JPN Hiroshima[24] 2 - 16 de outubro 42 6 828 337   China
1998 (detalhes)  THA Bangkok[25] 6 - 20 de dezembro 41 6 554 376   China
2002 (detalhes)  KOR Busan[26] 24 de setembro - 14 de outubro 44 7 711 419   China
2006 (detalhes)  QAT Doha[27] 1 - 15 de dezembro 45 9 520 418   China
2010 (detalhes)  CHN Guangzhou[28] 12 - 27 de novembro 45 9 704 476   China
2014 (detalhes)  KOR Incheon[29] 19 de setembro - 4 de outubro 45 9 501 410   China
2018 (detalhes)  INA Jacarta - Palembang[30] 18 de agosto - 2 de setembro 46 11 300 465   China
2022 (detalhes)  CHN Hangzhou[31] 10 - 25 de setembro
2026 (detalhes)  JPN Nagoya[32] 18 de setembro - 3 de outubro

ModalidadesEditar

Um total de 48 esportes, divididos entre suas modalidades já foram ou são disputados nos Jogos:

Quadro geral de medalhasEditar

 Ordem  País        
1   China 1473 994 720 3187
2   Japão 1032 1037 985 3054
3   Coreia do Sul 745 663 827 2235
4   Irã 179 181 197 542
5   Cazaquistão 155 158 244 557
6   Índia 154 202 315 671
7   Tailândia 132 175 278 585
8   Indonésia 112 131 240 483
9   Taipé Chinesa 99 144 276 519
10   Coreia do Norte 91 131 179 302
11   Uzbequistão 84 120 138 342
12   Filipinas 67 114 230 411
13   Malásia 63 101 148 312
14   Paquistão 44 63 97 204
15   Catar 43 31 56 130
16   Singapura 41 58 114 213
17   Hong Kong 38 79 112 229
18   Bahrein 37 25 23 85
19   Kuwait 26 30 34 90
20   Mongólia 25 46 91 162
21   Arábia Saudita 25 13 23 61
22   Vietname 17 71 88 176
23   Myanmar 16 28 55 99
24   Sri Lanka 11 10 20 41
25   Síria 9 7 16 32
26   Iraque 7 17 23 47
27   Emirados Árabes Unidos 7 17 17 41
28   Jordânia 5 16 24 45
29   Líbano 5 5 8 18
30   Quirguistão 4 23 38 65
31   Tajiquistão 4 7 17 28
32   Turquemenistão 3 8 12 23
33   Camboja 3 2 4 9
34   Macau 2 11 20 33
35   Bangladesh 1 5 6 12
36   Coreia 1 1 2 4
37   Oman 1   3 4
38   Laos   4 11 15
39   Afeganistão   4 7 11
40   Nepal   2 22 24
41   Brunei     4 4
42   Iémen     2 2
43   Palestina     1 1
TOTAL 4 768 4 994 5 713 15 475

Ver tambémEditar

Referências

  1. Conselho Olímpico da Ásia. «Far Eastern Championship Games» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 13 de julho de 2009 
  2. a b Conselho Olímpico da Ásia. «OCA History» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 22 de maio de 2011 
  3. Conselho Olímpico da Ásia. «Asian Games» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 6 de novembro de 2010 
  4. Conselho Olímpico da Ásia. «Asian Games» (em inglês). Consultado em 2 de dezembro de 2009. Arquivado do original em 6 de novembro de 2010 
  5. «Memorandum on the participation of Oceania in the V Asian Games signed». turkmenistan.gov.tm (em inglês). Turkmenistan Golden Age. 20 de novembro de 2014. Consultado em 21 de agosto de 2018 
  6. Etchells, Daniel (8 de abril de 2017). «Turkmenistan President claims Ashgabat 2017 will open "new page in history" of world sport». Inside the Games. Consultado em 21 de agosto de 2018 
  7. Harper, Tony (21 de fevereiro de 2017). «Australia to consider joining Asian games from 2022 | Fox Sports». www.foxsports.com.au (em inglês). Fox Sports Australia. Consultado em 25 de agosto de 2018 
  8. «Oceania nations allowed small quota of athletes at 2022 Asian Games». The Indian Express (em inglês). 21 de setembro de 2017. Consultado em 25 de agosto de 2018 
  9. Morgan, Liam (18 de agosto de 2015). «Hangzhou submits bid for 2022 Asian Games». Inside the Games. Consultado em 29 de agosto de 2015 
  10. Conselho Olímpico da Ásia. «OCA considera mudanças no Calendário» (em inglês). Consultado em 20 de dezembro de 2009. Arquivado do original em 24 de fevereiro de 2012 
  11. Butler, Nick (19 de setembro de 2017). «Forty sports and 462 events included in final programme for Jakarta 2018». Inside the Games. Consultado em 1 de setembro de 2018 
  12. «TEN THRILLING SPORTS TO BE COMPETED FIRST TIME IN ASIAN GAMES 2018». Wonderful Indonesia (em inglês). 24 de agosto de 2018. Consultado em 24 de novembro de 2018 
  13. «New Delhi 1951» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 8 de dezembro de 2011 
  14. «Manila 1954» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 22 de maio de 2011 
  15. «Tokyo 1958» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 8 de novembro de 2010 
  16. «Jakarta 1962» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 7 de novembro de 2010 
  17. «Bangkok 1966» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 7 de novembro de 2010 
  18. «Bangkok 1970» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 13 de junho de 2010 
  19. «Tehran 1974» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 22 de maio de 2011 
  20. «Bangkok 1978» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 7 de novembro de 2010 
  21. «New Delhi 1982» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 13 de junho de 2010 
  22. «Seoul 1986» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 7 de novembro de 2010 
  23. «Beijing 1990» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 7 de novembro de 2010 
  24. «Hiroshima 1994» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 7 de novembro de 2010 
  25. «Bangkok 1998» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 7 de novembro de 2010 
  26. «Busan 2002» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 8 de dezembro de 2011 
  27. «Doha 2006» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 21 de novembro de 2010 
  28. «Guangzhou 2010» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 22 de novembro de 2010 
  29. «Incheon 2014» (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2009. Arquivado do original em 13 de junho de 2010 
  30. «Jacarta 2018» (em inglês). Consultado em 18 de setembro de 2014 
  31. «Hanghzou 2022» (em inglês). Consultado em 9 de setembro de 2015 
  32. Butler, Nick (25 de setembro de 2016). «Aichi and Nagoya officially awarded 2026 Asian Games» (em inglês). Inside the Games. Consultado em 25 de setembro de 2016 

Ligações externasEditar