Jogos Paralímpicos de Inverno de 2026

XIV Jogos olímpicos de Inverno
Milão-Cortina
Milano-Cortina-2026.png
Dados
Sede Olímpica
País anfitrião  Itália
Eventos TBA em 6 esportes [1]
Cerimônia de abertura 6 de março
Cerimônia de encerramento 15 de março
Abertura oficial Hello bem-vindos
Estádio principal PalaItalia Santa Giulia
◄◄ China Pequim 2022 IPC logo (2004-2019).svg ? 2030 ►►

Os Jogos Paralímpicos de Inverno de 2026 (em italiano: XIV Giochi Paralimpici Invernali), oficialmente conhecidos como XIV Jogos Paralímpicos de Inverno de 2026, terão como sedes principais as cidades italianas de Milão e Cortina d'Ampezzo, no período de 6 a 15 de março daquele ano.[2]

Esta será a terceira vez que os Jogos Paralímpicos de Inverno serão realizados em solo italiano, sendo a primeira edição de verão de 1960, na capital de Roma e a segunda foi a edição de inverno de 2006 em Turim. Milão foi escolhida como sede na 134ª Sessão do COI durante a inauguração de sua nova sede em Lausanne, Suíça.

Processo de CandidaturaEditar

O processo de candidatura para os Jogos Paralímpicos de Inverno de 2026 foi aberto pelo Comitê Olímpico Internacional em Setembro de 2017, com a data limite de 14 de Novembro de 2013. O quadro executivo da entidade recebeu todas as propostas em 13 de setembro de 2018, e foram escolhidas as candidaturas de Calgary (Canadá), Estocolmo-Åre (Suécia) e Milão - Cortina d'Ampezzo (Itália). Em outubro de 2018, Calgary se retirou após a realização de um plebiscito no qual a maioria da população local rejeitou a proposta. Somente as candidaturas italiana e sueca permaneceram no processo.[3]

Resultados da votaçãoEditar

A candidatura conjunta das cidades italianas de Milão e Cortina d'Ampezzo foi declarada a vencedora no dia 24 de junho de 2019, após derrotar outra candidatura conjunta das cidades suecas de Estocolmo e Åre por 13 votos na 134ª sessão do COI na recém-inaugurada sede da entidade em Lausane, Suíça. A sessão para a definição da cidade sede seria inicialmente realizada em Milão, em setembro de 2019. No entanto, a reunião precisou ser antecipada, pois as regras da entidade proíbem que uma sessão para definição de sede olímpica seja realizada em um país candidato.[4]

Resultado da Escolha da Sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2026
Cidade Comitê Olímpico Nacional Votos
Milão-Cortina   Itália 47
Estocolmo -Åre   Suécia 34

Locais de CompetiçãoEditar

O Comitê de Candidatura de Milão- Cortina 2026, propôs em seu livro de candidatura a divisão de 3 clusters de competição: um dentro da cidade de Milão, que sediará as cerimônias de abertura, encerramento e o parahóquei no gelo. A cerimônia de abertura será realizada no PalaItalia Santa Giulia e o encerramento na Praça do Domo de Milão, que também servirá como praça das medalhas e live site.O parahóquei no gelo será disputado no PalaLido.[5] As provas de esqui cross-country e biatlo serão realizadas no município de Valdidentro, enquanto que o esqui alpino paralímpico, o snowboard paralímpico e o curling em cadeira de rodas serão realizados em Cortina d'Ampezzo.

Cluster de MilãoEditar

Cluster de Val di FiemmeEditar

Cluster de Cortina d'AmpezzoEditar

EsportesEditar

No dia 16 de dezembro de 2020, o Comitê Paralímpico Internacional anunciou que todos os membros de seu quadro executivo aprovaram a manutenção do programa paralímpico de inverno que é disputado desde Sóchi 2014 com os mesmos seis esportes (biatlo, curling em cadeira de rodas, esqui alpino, esqui, cross-country, hóquei sobre o trenó e o snowboard) e que também existia a possibilidade da adição de mais um esporte (o bobsleigh) no ano seguinte[6]. Nesse mesmo anúncio, o IPC também divulgou que 17 eventos femininos que não foram realizados nos Jogos Paralímpicos de Inverno durante o período entre 2014 e 2022 estariam alocados de forma provisória no programa. Desta forma, apenas um evento está confirmado: o torneio de duplas no curling em cadeira de rodas (Ao contrário dos Jogos Olímpicos de Inverno, o esporte é disputado de forma mista nos Jogos Paralímpicos).[7]

Referências