Johannes Steinhoff

Johannes Steinhoff (15 de Setembro de 1913 - 21 de Fevereiro de 1994) foi um piloto de caça alemão da Segunda Guerra Mundial, e depois, um oficial superior da Força Aérea da Alemanha Ocidental e comandante militar da OTAN.

Johannes Steinhoff
Nascimento 15 de setembro de 1913
Bottendorf, Província da Saxônia
Império Alemão
Morte 21 de fevereiro de 1994 (80 anos)
Bonn, Alemanha Ocidental
Nacionalidade Alemão
Cargo Chefe do Comitê Militar da OTAN (1971–1974)
Serviço militar
Lealdade Alemanha Nazista Alemanha Nazista
Alemanha Alemanha Ocidental
Serviço Luftwaffe
Força Aérea Alemã
Anos de serviço 1934–1945
1955–1974
Patente Oberst (Wehrmacht)
General (Bundeswehr)
Unidades JG 26, JG 52, JG 77, Kommando Nowotny, JG 7 e JV 44
Conflitos Segunda Guerra Mundial


Guerra Fria

Steinhoff foi um dos poucos pilotos da Luftwaffe que sobreviveram ao voar operacionalmente entre período de 1939-45. Ele foi um dos pilotos com maior número de vitórias com 176 aviões inimigos abatidos, e um dos primeiros que voaram no caça a jato Me-262 em combate, sendo um membro do famoso esquadrão de áses JV 44, liderado por Adolf Galland.

BiografiaEditar

Johannes Steinhoff nasceu em 15 de Setembro de 1913 em Bottendorf, na Província da Saxônia, filho de um leiteiro e uma dona-de-casa, teve dois irmãos, Bernard e Wolf.

Antes da Segunda Guerra Mundial, ele estudou para se tornar professor na Universidade de Jena, mas não conseguiu encontrar emprego. Então, se alistou na Kriegsmarine, onde serviu por um ano como cadete-do-ar naval. Steinhoff foi transferido para a Luftwaffe antes de Hermann Göring se tornar seu comandante em chefe em 1935.

Segunda Guerra MundialEditar

Sua primeira experiência em combate foi em 1939, quando sua unidade interceptou bombardeiros Vicker Wellington que atacaram a indústria naval na região de Wilhelmshaven. Ele também foi nomeado Staffelkapitän do 10./JG 26 nesse período.[1] Em Fevereiro de 1940, foi transferido para o 4./JG 52, e ali servindo durante a Campanha da França e a Batalha da Inglaterra.

Ao final deste período, a pontuação de Steinhoff havia avançado para seis abates. seu forte estava em sua habilidade de transmitir o seu conhecimento e no treinamento de novos pilotos. Equipando-os com as competências necessárias para sobreviver e, em última análise, tornar-se experientes pilotos de caça.

Em Junho de 1941, a JG 52 participaram das operações ofensivas contra a União Soviética, tornando-se uma das unidades com maior número de abates da Luftwaffe. O próprio Steinhoff alegou, no primeiro mês, 28 aeronaves soviéticas abatidas. Ele permaneceu na JG 52 até março de 1943.

CondecoraçõesEditar

Cargos militares
Precedido por
Hauptmann Erich Woitke
Gruppenkommandeur do II./JG 52
1 de Março de 194224 de Março de 1943
Sucedido por
Hauptmann Helmut Kühle
Precedido por
Major Joachim Müncheberg
Geschwaderkommodore do JG 77
23 de Março de 1943 - 1 de Dezembro de 1944
Sucedido por
Major Johannes Weisse
Precedido por
??
Geschwaderkommodore do JG 7
1 de Dezembro de 1944 - 26 de Dezembro de 1944
Sucedido por
Major Theodor Weissenberger
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.