Abrir menu principal
John Brunner
Nascimento 24 de setembro de 1934
Wallingford
Morte 25 de agosto de 1995 (60 anos)
Glasgow
Cidadania Reino Unido
Ocupação romancista, escritor, escritor de ficção científica
Prêmios prêmio Hugo de Melhor Romance
Causa da morte ataque cardíaco

John Kilian Houston Brunner (24 de Setembro de 1934, Preston Crowmarsh, Oxfordshire26 de Agosto de 1995) foi um prolífico autor britânico de ficção científica.

Índice

HistóricoEditar

Brunner escreveu seu primeiro romance, Galactic Storm, aos 17 anos, sob o pseudônimo de Gill Hunt, mas não escreveu em tempo integral até 1958. Serviu como oficial da Royal Air Force de 1953 a 1955, e casou-se com Marjorie Rosamond Sauer em 12 de Julho de 1958.

Tendo começado escrevendo space opera convencional, mais tarde começou a experimentar o formato romance. Seu romance Stand on Zanzibar de 1968 ganhou o Prêmio Hugo de 1969 como melhor romance de ficção científica, e é considerado um clássico do gênero. The Jagged Orbit recebeu o British SF Award em 1971.

A obra mais conhecida de Brunner é talvez a proto-cyberpunk The Shockwave Rider de 1975, na qual ele cria a expressão "worm", utilizado para descrever um software que reproduz a si próprio numa rede de computadores.

Entre seus pseudônimos, estão: K. H. Brunner, Gill Hunt, John Loxmith, Trevor Staines e Keith Woodcott.

Sua saúde começou a declinar nos anos 1980, e piorou com a morte de da esposa, em 1986. Ele casou-se novamente, com Li Yi Tan, em 27 de Setembro de 1991. Brunner morreu de AVC em Glasgow, Escócia, enquanto participava de uma Worldcon lá.

LivrosEditar

Anos 1950Editar

  • Galactic Storm (1951, como Gill Hunt)
  • Echo in the Skull (1959)
  • The Brink (1959)
  • The Hundredth Millennium (1959)
  • The Threshold of Eternity (1959)
  • The World Swappers (1959)
  • The Food Swallowers (1959)

Anos 1960Editar

  • The Atlantic Abomination (1960)
  • Sanctuary in the Sky (1960)
  • The Skynappers (1960)
  • Slavers of Space (1960)
  • Meeting at Infinity (1961)
  • I Speak for Earth (1961, como Keith Woodcott)
  • The Ladder in the Sky (1962, como Keith Woodcott)
  • No Future in It (1962) coletânea de contos
  • Secret Agent of Terra (1962)
  • The Super Barbarians (1962)
  • Castaways' World (1963)
  • The Dreaming Earth (1963)
  • Listen, the Stars! (1963)
  • The Rites of Ohe (1963)
  • The Space-Time Juggler (1963)
  • The Astronauts Must Not Land (1963)
  • The Psionic Menace (1963, como Keith Woodcott)
  • Endless Shadow (1964)
  • To Conquer Chaos (1964)
  • The Whole Man (1964, também publicado como Telepathist)
  • The Altar at/on Asconel (1965)
  • Day of the Star Cities (1965)
  • Enigma from Tantalus (1965)
  • The Long Result (1965)
  • The Martian Sphinx (1965, como Keith Woodcott)
  • The Repairmen of Cyclops (1965)
  • The Squares of the City (1965)
  • Now Then! (1965) coletânea de contos
  • Born Under Mars (1966)
  • The Evil that Men Do (1966)
  • No Other Gods But Me (1966) coletânea de contos
  • A Planet of Your Own (1966)
  • The Productions of Time (1966)
  • Out of My Mind (1967) coletânea de contos
  • Quicksand (1967)
  • Not Before Time (1968) coletânea de contos
  • Bedlam Planet (1968)
  • Catch a Falling Star (1968)
  • Father of Lies (1968)
  • Into the Slave Nebula (1968, revisão de Slavers of Space)
  • Stand on Zanzibar (1968)
  • The Avengers of Carrig (1969, revisão de Secret Agent of Terra)
  • A Plague on Both Your Causes (1969)
  • Double, Double (1969)
  • Timescoop (1969)
  • The Jagged Orbit (1969)
  • Times Without Number (1969)

Anos 1970Editar

  • The Gaudy Shadows (1970)
  • The Dramaturges of Yan (1971)
  • The Traveller in Black (1971, revisado e expandido em 1987)
  • The Wrong End of Time (1971)
  • The Sheep Look Up (1972)
  • Entry to Elsewhen (1972), coletânea de contos
  • The Stardroppers (1972)
  • From This Day Forward (1972)
  • Age of Miracles (1971, revisão de Day of the Star Cities)
  • More Things in Heaven (1973, revisão de The Astronauts Must Not Land)
  • The Stone That Never Came Down (1973)
  • Give Warning to the World (1973, revisão de Echo in the Skull)
  • Polymath (1974)
  • Total Eclipse (1974)
  • Web of Everywhere (1974) (mais tarde reimpresso como The Webs of Everywhere)
  • The Shockwave Rider (1975)

Anos 1980Editar

  • The Infinitive of Go (1980)
  • Players at the Game of People (1980)
  • Manshape (1982, revisão de Endless Shadow)
  • While There's Hope (1982)
  • The Crucible of Time (1983)
  • The Great Steamboat Race (1983)
  • The Tides of Time (1984)
  • The Compleat Traveller in Black (1986)
  • The Shift Key (1987)
  • Children of the Thunder (1988)

Anos 1990Editar

  • A Maze of Stars (1991)
  • Muddle Earth (1993)
  • Case of Painter's Ear (1998, obra póstuma)

ReferênciasEditar

  • TUCK, Donald H. (1974). The Encyclopedia of Science Fiction and Fantasy. Chicago: Advent. pp. 70–72. ISBN 0-911682-20-1 

Ligações externasEditar


  Este(a) artigo sobre um(a) escritor(a) de ficção científica e fantasia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.