Abrir menu principal
Johnnie Cochran
Nome completo Johnnie L. Cochran, Jr.
Nascimento 2 de outubro de 1937
Shreveport, Louisiana
Morte 29 de março de 2005 (67 anos)
Los Feliz, Los Angeles, California,
Ocupação Advogado

Johnnie L. Cochran, Jr. (2 de outubro de 193729 de março de 2005) foi um advogado estadunidense, mais conhecido como o líder da equipe de defesa do astro de futebol americano O. J. Simpson pelo assassinato de sua ex-mulher Nicole Brown Simpson e de um amigo dela, Ronald Goldman.[1]

Johnnie nasceu em 2 de outubro de 1937 na cidade de Shreveport, no Estado da Louisiana. Era o mais velho dos quatro filhos de Johnnie L. Cochran e Hattie. Quando tinha seis anos sua família se mudou para a Califórnia para juntar-se ao seu pai, que tinha ido trabalhar num dos estaleiros da Bethlehem Steel na construção de navios de transporte de tropas para a Segunda Guerra Mundial. Finda a guerra seu pai retoma o trabalho de corretor de seguros e vai trabalhar numa das maiores empresas pertencentes a negros nos Estados Unidos, a seguradora Golden State Mutual Life Insurance Co..[2]

Em Los Angeles Johnnie cursou o equivalente ao ensino médio na Los Angeles High School.[3] Entrou na Universidade da Califórnia e se formou em Business Economics em 1959. Na Universidade entrou para a fraternidade negra Kappa Alpha Psi, na qual teria como mentor o futuro prefeito de Los Angeles Tom Bradley, o primeiro prefeito negro da cidade.[2] Em 1962 forma-se em direito pela Loyola Law School e no ano seguinte é aprovado no exame da Ordem e passa a trabalhar na promotoria de Los Angeles.[1] Na promotoria o caso mais famoso no qual Johnnie trabalhou foi a acusação de obscenidade contra o humorista Lenny Bruce.

Entre outros clientes famosos de Cochran estavam Sean Combs, Michael Jackson, Tupac Shakur, Todd Bridges, Snoop Dogg, Jim Brown, a ativista negra Rosa Parks e o ex-pantera negra Geronimo Pratt[4][5]

Morreu em 2005 vítima de um tumor cerebral.[6][7]

Referências

  1. a b "Famed attorney Johnnie Cochran dead" - CNN.com . 30 de março de 2005. Consultado em 26 de outubro de 2019
  2. a b Toobin, Jeffrey (2016). American Crime Story - O povo contra O.J. Simpson. [S.l.]: DARKSIDE BOOKS 
  3. «Pela defesa: Toda a carreira de Johnnie Cochran tem sido um prelúdio do que ocorre na sala 103 ( em inglês)». Los Angeles Times. 29 de janeiro de 1995. Consultado em 27 de outubro de 2019 
  4. "Famous clients mourn Johnnie Cochran at funeral in LA" - The Union Tribune
  5. «Ex-pantera negra deixa a prisão após 27 anos e volta a júri». Folha de São Paulo. 11 de junho de 1997. Consultado em 24 de outubro de 2019 
  6. "Defense superstar Johnnie Cochran dead at 67" - Associated Press
  7. «Morre Johnnie Cochran, o advogado que defendeu O.J. Simpson». UOL. 29 de março de 2005. Consultado em 19 de outubro de 2019 

Ligações externasEditar