Abrir menu principal

Johnny Belinda

filme de 1948 dirigido por Jean Negulesco
Johnny Belinda
Cartaz do filme
No Brasil Belinda
Em Portugal Belinda, a Escrava do Silêncio
 Estados Unidos
1948 •  p&b •  102 min 
Direção Jean Negulesco
Roteiro
Baseado em
  • Johnny Belinda, de
  • Elmer Blaney Harris
Elenco
Género drama
Distribuição Warner Bros.
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Johnny Belinda (prt: Belinda, a Escrava do Silêncio[1]; bra: Belinda[2]) é um filme norte-americano de 1948, do gênero drama, dirigido por Jean Negulesco, com roteiro de Irma von Cube e Allen Vincent baseado na peça teatral homônima de Elmer Blaney Harris.[2]

SinopseEditar

Num vilarejo de pescadores, o Dr. Robert Richardson se apaixona pela jovem Belinda, que é surda-muda. Uma noite, Belinda é atacada e estuprada por Locky MacCormick, outro residente local. Robert leva Belinda ao médico e se descobre que ela está grávida. Ainda que todos pensem que Robert é o pai, ninguém acredita que Belinda possa cuidar da criança. E decidem que o filho deve ficar justamente com Locky e a mulher dele. Mas Belinda acaba matando Locky e enfrenta o tribunal.

Elenco principalEditar

  • Jane Wyman .... Belinda McDonald
  • Lew Ayres .... dr. Robert Richardson
  • Charles Bickford .... Black McDonald
  • Agnes Moorehead .... Aggie McDonald
  • Stephen McNally .... Locky McCormick
  • Jan Sterling .... Stella McCormick
  • Rosalind Ivan .... sra. Poggety
  • Dan Seymour .... Pacquet
  • Mabel Paige .... sra. Lutz
  • Ida Moore .... sra. McKee
  • Alan Napier .... advogado

Prêmios e indicaçõesEditar

Prêmio Categoria Recipiente Resultado
Oscar 1949
Melhor atriz Jane Wyman Venceu[3]
Melhor filme Indicado[3]
Melhor diretor Jean Negulesco Indicado[3]
Melhor ator Lew Ayres Indicado[3]
Melhor ator coadjuvante Charles Bickford Indicado[3]
Melhor atriz coadjuvante Agnes Moorehead Indicado[3]
Melhor roteiro adaptado Irma von Cube, Allen Vincent Indicado[3]
Melhor fotografia - p&b Ted McCord Indicado[3]
Melhor edição David Weisbart Indicado[3]
Melhor som Charles Lang Indicado[3]
Melhor trilha sonora Max Steiner Indicado[3]
Melhor direção de arte - p&b Robert Haas Indicado[3]
Globo de Ouro 1949 Melhor filme - drama[nota 1] Venceu[4]
Melhor atriz - drama Jane Wyman Venceu[4]

Notas

Referências

  1. «Belinda, a Escrava do Silêncio». Portugal: CineCartaz. Consultado em 5 de novembro de 2019 
  2. a b «Belinda». Brasil: CinePlayers. Consultado em 5 de novembro de 2019 
  3. a b c d e f g h i j k l «21.º Oscar - 1949». CinePlayers. Consultado em 5 de novembro de 2019 
  4. a b c «1949 - Johnny Belinda». Golden Globe Awards (site oficial). Consultado em 5 de novembro de 2019 
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.