Abrir menu principal
Jonas Kaufmann
Jonas Kaufmann La Scala 2015.jpg
Biografia
Nascimento
Cidadania
Alma mater
Hochschule für Musik und Theater München (en)Visualizar e editar dados no Wikidata
Atividades
Outras informações
Alcance
Instrumento
Voz (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Género artístico
Website
Distinções
Cruz da Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha
Ordem Maximiliana da Baviera para Ciência e Arte (en) ()Visualizar e editar dados no Wikidata

Jonas Kaufmann (Munique, 10 de julho de 1969) é um tenor lirico spinto, alemão.

Kaufmann, depois de estudar matemática, completou seus estudos no conservatório de sua cidade natal em 1994, tendo participado em "master classes" com James King, Hans Hotter e Josef Metternich.[1]

Começou a sua carreira profissional no Staatstheater de Saarbrücken em 1994[2] e logo foi convidado a participar em importantes teatros, como a Ópera de Estugarda a Ópera Estatal de Hamburgo, bem como a estreia internacional na Ópera Lírica de Chicago, Ópera Nacional de Paris, no Teatro alla Scala de Milão e Bayerische Staatsoper de Munique. Fez a sua estréia no Festival de Salzburgo em 1999, numa nova produção de Doktor Faust de Busoni e regressou em 2003 como Belmonte na ópera O Rapto do Serralho de Mozart, e para o concerto da Nona Sinfonia de Beethoven com a Filarmônica de Berlim.

Atuou no Covent Garden, em 2006/2007, no papel de Don José da Carmen de Bizet, e também actuou como Alfredo na Traviata de Verdi no Metropolitan Opera, e no Covent Garden em 2008. Em maio de 2008, Kaufmann fez sua estréia no papel de Mario Cavaradossi na Tosca de Puccini no Covent Garden, novamente para a aclamação da crítica.[3]

Em 2008/2009 atuou como Manon em Chicago contracenando com Natalie Dessay, no papel títular, e na nova produção da ópera Lohengrin, na Ópera do Estado Bávaro.

Cantou essa obra no Festival de Bayreuth, na noite de abertura a 25 julho de 2010, com encenação de Hans Neuenfels e conduzido por Andris Nelsons.

Sua gravação de estreia com a Decca, Romantic Arias, foi lançado em 2008 e um dos mais bem-sucedidos CDs clássicos do ano. Em 2009 lançou seu segundo álbum "Sehnsucht", com repertório em alemão.


Índice

Obra selecionadaEditar

DiscografiaEditar

CDEditar

DVDEditar

LiteraturaEditar

  • 2010 Thomas Voigt, Jonas Kaufmann. "Meinen die wirklich mich?", Henschel-Verlag, Leipzig ISBN 978-3-89487-669-2


Referências

  1. The Times
  2. «Biography on Decca website». Consultado em 16 de agosto de 2010. Arquivado do original em 3 de janeiro de 2010 
  3. Hilary Finch, The Times, Tosca at Covent Garden, 14 May 2008

Ligações externasEditar