Jorge Cherques

ator brasileiro

Jorge Cherques (Rio de Janeiro, 25 de julho de 1928Rio de Janeiro, 11 de março de 2011) foi um ator brasileiro, descendente de judeus.

Jorge Cherques
Nascimento 25 de julho de 1928
Rio de Janeiro, RJ
Morte 11 de março de 2011 (82 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileiro
Cônjuge Estela Cherques
Ocupação Ator
Período de atividade 1943–2010
Principais trabalhos

BiografiaEditar

Iniciou na carreira teatral em idade muito jovem, tomando parte no elenco da peça teatral Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues em 1943. Teve extensa carreira no teatro, ganhando prêmios por grandes atuações, entre elas em "Um bonde chamado desejo" e "Ratos e Homens".

Na década de 50 foi convidado a participar do Grande Teatro Tupi, apresentado na extinta TV Tupi e depois passou a integrar o elenco da Rede Globo de Televisão. Judeu, sempre incentivou a comunidade judaica paulista a criar um grupo de teatro de atores judeus. Na década de 80 fez diversos filmes de Os Trapalhões. No final da década de 90, passou a se dedicar ao teatro e preparação de atores. Na TV participou de novelas importantes como Carinhoso, Gabriela, A Sucessora, Paraíso (1982), Dona Beija, Vamp (telenovela), Alma Gêmea, além do seriado infantil Sítio do Picapau Amarelo.

Cherques morreu em decorrência de falência múltipla de órgãos e foi sepultado no Cemitério Israelita de Vilar dos Teles.[1] Era casado com Estela Cheques desde 1951 com quem tinha duas filhas: Cecília e Gilda.


FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Título Papel
1969 Véu de Noiva Wilson
1971 O Homem Que Deve Morrer Von Müller
1972 Jerônimo, o herói do sertão
1972 Uma rosa com amor Hugo Lombardi (diretor do filme de Roberta Vermont)
1973 Carinhoso Vasconcelos Lima
1975 Gabriela Padre Basílio
1977 Espelho Mágico Alfredo Barbosa
1978 A Sucessora Lopes
1978 Sítio do Picapau Amarelo Péricles (Episódio: O Minotauro)
1980 As Três Marias Delegado Damasceno
1981 Ciranda de Pedra Casemiro Garcia
1982 Elas por Elas Jurandir
1982 Paraíso Bertoni
1983 Parabéns pra você Lucas
1984 Livre para Voar Max
1984 Meu Destino É Pecar Borborema
1984 Padre Cícero Bispo Arcoverde
1985 Antônio Maria Doutor Adalberto Dias Leme
1986 Dona Beija Dom João VI
1986 Sinhá Moça Padre Cesário
1988 Caso Especial (Episódio: Jorge, Um Brasileiro)
1988 O Pagador de Promessas Dom Romário
1989 O Salvador da Pátria
1990 Rainha da Sucata Ciro Laurenza
1991 Vamp Frei Bartolomeu
1992 Tereza Batista
1993 Mulheres de Areia Abílio
1993 Sonho Meu Bóris
1994 Incidente em Antares Egon Sturm
1995 Explode Coração Pai da amante de Salgadinho (Rogério Cardoso)
1995 Irmãos Coragem Sousa
1995 História de Amor Noé
1997 Por Amor Lourenço
1998 Torre de Babel Dr. Jorge
1998 Você Decide (Episódio: O Feitiço da Lua da Arábia) Coronel
1999 Chiquinha Gonzaga
2006 Alma Gêmea psiquiatra de Alexandra
2008 Zorra Total participações

CinemaEditar

Ano Título
1965 O Beijo
1967 A Espião Que Entrou em Fria
1967 Carnaval Barra Limpa
1968 Massacre no Supermercado
1969 A Compadecida
1970 O Enterro da Cafetina
1971 Como Ganhar na Loteria sem Perder na Esportiva
1971 Pra Quem Fica, Tchau
1971 Rua Descalça
1971 Vale do Canaã
1972 Salve-se Quem Puder - Rally da Juventude
1973 A Filha de Madame Betina
1973 Aladim e a Lâmpada Maravilhosa
1973 Um Virgem na Praça
1974 O Filho do Chefão
1974 Robin Hood, o Trapalhão da Floresta
1975 Deixa, Amorzinho... Deixa
1975 Uma Mulata Para Todos
1976 Simbad, o Marujo Trapalhão
1979 Killer Fish
1979 O Caso Cláudia
1979 Teu Tua
1979 Vamos Cantar Disco Baby
1980 Consórcio de Intrigas
1980 Os Três Mosqueteiros Trapalhões
1981 A Gostosa da Gafieira
1982 Dôra Doralina
1984 A Filha dos Trapalhões
1984 Atrapalhando a Suate
1984 Memórias do Cárcere
1985 Pedro Mico
1988 Moon Over Parador
1997 O Que É Isso, Companheiro?
1999 O Trapalhão e a Luz Azul
2000 A Terceira Morte de Joaquim Bolívar

Ligações externasEditar

Referências

  1. Ator Jorge Cherques morre aos 82 anos no Rio Caderno Ilustrada - Folha de S.Paulo - edição de 11 de março de 2011
  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.