Abrir menu principal
Jorge da Baviera
Duque da Baviera-Landshut
George the Rich of bavaria.jpg
Reinado 1479–1503
Consorte Edviges Jagelão
Dinastia Wittelsbach
Nascimento 15 de agosto de 1455
  Burghausen
Morte 1 de dezembro de 1503 (48 anos)
  Ingolstadt, Baviera
Filho(s) Isabel, Duquesa da Baviera-Landshut
Pai Luís IX da Baviera
Mãe Amália da Saxónia

Jorge da Baviera, cognominado o Rico (em alemão: Georg von Bayern, der Reich ), (Burghausen, 15 de agosto de 1455 - Ingolstadt, 1 de dezembro de 1503), foi duque da Baviera-Landshut, tendo sido o último varão da sua linhagem. Era filho de Luís IX, o Rico e de Amália da Saxònia.

Índice

BiografiaEditar

Jorge sucedeu ao pai, Luís IX, quando este morre, como duque da Baviera-Landhut, em 1479. Juntamente com o seu primo Alberto IV, duque da Baviera-Munique, Jorge tentou estender a influência dos Wittelsbach para a Áustria Anterior, mas em 1489 abandonou estes planos ultrapassando as divergências com Frederico III, Sacro Imperador Romano-Germânico.

Mais tarde, Jorge acabou por se tornar um importante aliado do imperador Maximiliano I apoiando as suas campanhas na Suábia, Suiça, Gueldres e Hungria.

Casamento e descendênciaEditar

Em 1475, Jorge casou-se com a princesa Edviges Jagelão (1457–1502), filha do rei Casimiro IV da Polónia. As celebrações foram de tal forma faustosas que as Bodas de Landshut tornaram-se num festival que perdurou até à atualidade[1]. Deste casamento nasceram cinco filhos, três rapazes e duas meninas:

 
Edviges Jagelão
  1. Luís (Ludwig) (1476–1496)
  2. Ruperto (Ruprecht) (1477)
  3. Isabel (Elisabeth) (1478–1504), que sucedeu ao pai como duquesa originando por isso uma guerra de sucessão; casou com Ruperto, Eleitor Palatino, com sucessão;
  4. Margarida (Margarete) (1480–1531)
  5. Wolfgang (*/† 1482)

SucessãoEditar

Nenhum dos filhos varões de Jorge lhe sobreviveu. Dadas as restrições da Lei Sálica aplicada nos estados alemães, o sucessor de Jorge seria o seu primo Alberto IV duque da Baviera-Munique, e cunhado do imperador Maximiliano I.

Contudo, Jorge tentou impôr a sua filha Isabel e marido, Ruperto do Palatinado como seus sucessores. Essa situação levou a uma guerra destrutiva, a Guerra da Sucessão de Landshut, assim que Jorge morreu em 1503.

Após um breve governo de Isabel e do marido, estes também acabaram por morrer em 1504, ano em que Alberto IV , duque da Baviera-Munique, asseguirou a unificação da Baviera.

Apenas o novo ducado do Palatinado-Neuburgo passou para os filhos de Isabel e Ruperto, Otão Henrique, Eleitor Palatino (Ottheinrich) e Filipe. Os distritos mais meridionais da Baviera-Landshut (Kufstein, Kitzbühel e Rattenberg) passaram para o imperador Maximiliano I como compensação pela sua arbitragem na guerra, sendo integrados no Tirol.

AscendênciaEditar


Precedida por:
Luís IX
 
Duque da Baviera-Landshut

14791503
Sucedida por:
Isabel

ReferênciasEditar

  1. Trata-se de um festival histórico realizado cada quatro anos durante o verão, em Landshut.

BibliografiaEditar

  • (em alemão) Orlop, Nikolaus - Alle Herrscher Bayerns, segunda edição, LangenMüller in der F. A. Herbig Verlagsbuchhandlung GmbH, Munique, 2006, ISBN 3-7844-3075-9, p. 346–349
  • (em alemão) Orlop, Nikolaus - Von Garibald bis Ludwig III. - Verlag Heinrich Hugeldubel, Munique, 1979. ISBN 3-88034-032-3

Ligações ExternasEditar