Abrir menu principal

Jornal do Commercio (Porto Alegre)

jornal de Porto Alegre editado entre 1864 e 1911

Jornal do Commercio foi um periódico editado na cidade brasileira de Porto Alegre, entre 1864 e 1911.

Fundado por Luís Francisco Cavalcanti de Albuquerque, tendo como redator-chefe Inácio de Vasconcelos Ferreira. O primeiro exemplar circulou em 1 de julho de 1863. Seguiu muito de perto a linha de seu homônimo carioca, tornando-se uma das publicações culturalmente mais importantes da província.[1]

Foi sucessivamente propriedade de diversas pessoas e grupos: Antônio Cândido da Silva Job & Cia., Aquiles Porto Alegre, etc. Foi dirigido por nomes importantes do jornalismo gaúcho, como Carlos von Koseritz, Caldas Júnior e Aquiles Porto Alegre.[2] Entre seus colaboradores destacam-se, entre outros, Zeferino Brasil, Apolinário Porto Alegre e Germano Hasslocher.

Na época da Revolução Federalista tornou-se o maior jornal do Rio Grande do Sul, com tiragem de 5000 exemplares e parque gráfico moderno, sob o comando de Aquiles Porto Alegre.[2] Foi vendido por Aquiles em 1899, transformando-se jornal oficialista, sem opinião própria, ficou desacreditado perante o público, seu último exemplar circulou em 1 de novembro de 1911. 22 anos depois foi lançado o Jornal do Comércio, em circulação até os dias atuais.

Ver tambémEditar

Referências

  1. HOHLFELDT, Antonio. RAUSCH, Fábio Flores (2006). «A imprensa sul-rio-grandense entre 1870 e 1937: Discussão sobre critérios para uma periodização» (PDF). . Anais do XXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Intercom.org.br 
  2. a b STEYER, Fábio Augusto. Cinema, imprensa e sociedade em Porto Alegre (1896-1930), EDIPUCRS, 2001, ISBN 8574302333, ISBN 9788574302331, 278 pp
  • PORTO-ALEGRE, Achylles. Homens Illustres do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Livraria Selbach, 1917.
  • FRANCO, Sérgio da Costa. Guia Histórico de Porto Alegre (4ª edição). Porto Alegre: Editora da Universidade (UFRGS), 2006.
  Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.