Abrir menu principal

José Armelim Bernardo Guimarães

Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde fevereiro de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
José Armelim Bernardo Guimarães
Nascimento 6 de março de 1915
Itajubá
Morte 22 de setembro de 2004 (89 anos)
Itajubá
Cidadania Brasil
Ocupação escritor, poeta

José Armelim Bernardo Guimarães (Itajubá, 6 de março de 1915 — Itajubá, 22 de setembro de 2004) foi um historiador e poeta brasileiro.

BiografiaEditar

Armelim foi um dos grandes e influentes historiadores em Minas Gerais. Escreveu uma biografia sobre seu avô (o escritor Bernardo Guimarães, de A Escrava Isaura), intitulada Bernardo Guimarães, o Romancista da Abolição --trabalho revisto e ampliado de Assim Nasceu a Escrava Isaura -- e diversos livros sobre a história da região sul de Minas. Escrevia para o jornal da cidade e ainda várias obras sobre Itajubá, biografias e genealogias.

Era filho do caçula de Bernardo Guimarães, o professor Pedro Bernardo Guimarães e de Gabriela Armelim Guimarães, conforme ele próprio relatou.

Armelim cuidou de Maria do Carmo Gerônimo (1871-2000) –- ex-escrava, que foi considerada a mulher mais velha do Brasil.Passou a primeira infância em Baependi e depois em Piranguçu, com sua mãe Gabriela e sua irmã Maria de Lourdes, que também escrevia poemas.

Voltou a Itajubá, onde se casou com Júlia Nogueira com quem teve 13 filhos e grande descendência. São filhos de Armelim e Júlia: Isabel, José Nogueira, Maria Aparecida, Agostinho, Fabiano, Tereza, Anchieta, João Bosco, Fátima, Bernadete, Eugênio, Gabriela, Custódio.

Estudou engenharia na Escola de Engenharia de Itajubá e trabalhou na fábrica de armas da Indústria de Material Bélico do Brasil. Também foi professor de Português, Matemática e Desenho.

Foi membro da Academia Itajubense de Letras. Por mais de quarenta anos publicou crônicas históricas no semanário O Sul de Minas, de Itajubá.

LivrosEditar

  • Assim Nasceu a Escrava Isaura
  • Efemérides Itajubenses
  • Colmeia Itajubense
  • Famílias Tradicionais de Itajubá
  • Itajubá Contemporâneo
  • História de Itajubá
  • Wenceslau Braz, o Mineiro que Dobrou o Caudilho (1966 - Editora Gráfica O Sul de Minas).